quinta-feira, 30 de março de 2023

Em Bodocó, prefeito sente pressão das cobranças por saúde

 


A saúde pública em Bodocó (PE), no Sertão do Araripe, e o prefeito Otavio Pedrosa vêm sendo alvos de duras críticas por parte dos moradores do povoado de Cacimba Nova, que reclamam da falta de assistência médica e de medicamentos na Unidade Básica de Saúde (UBS) da comunidade.

Diante desta situação, a população alega que precisa se deslocar para o município de Ipubi (PE), também no Araripe, para conseguir atendimento médico. Além disso, o acesso ao hospital de Bodocó está comprometido por conta das “péssimas condições das estradas”, dizem eles.

De acordo com vídeos e áudios que circulam nas redes sociais, a situação tem sobrecarregado o sistema de saúde do município de Ipubi, que deixará de atender os moradores de Bodocó.

“Cadê a promessa de atendimento 24 horas em Cacimba Nova, que foi feita durante a campanha?”, questionou um morador. “Eu tive que vir para Ipubi com meu filho de dez meses convulsionando, porque não temos atendimento no nosso distrito, e com as condições das estradas levaríamos 2 horas para chegar em Bodocó”, desabafou.

Os moradores também relatam que esse problema se estende a outras localidades do município e cobram que as autoridades tomem providências para resolver a situação. “O prefeito de Ipubi está correto, ele tem que cuidar do povo dele, e nós pedimos a Otávio Pedrosa que faça o mesmo”, completou o comunitário. A pressão em cima do gestor é grande, embora Bodocó não seja o único município da região que passe por esse problema.

Buscando respostas

Em reunião no gabinete do ministro da Integração e do Desenvolvimento Regional, Waldez Góes, o prefeito de Caruaru (Agreste), Rodrigo Pinheiro, levantou como uma das pautas a chuva que caiu na cidade no último dia 18 de março, onde foi discutida a ajuda do governo federal, que teve início através do reconhecimento do Decreto de Emergência Municipal, publicado em 19 de março pelo gestor. Estiveram presentes na reunião, além de Rodrigo, o secretário de Serviços Públicos, Manoel Ávila; o secretário nacional da Defesa Civil, Wolnei Wolff; e o prefeito de Camocim de São Félix, Giorge de Neno. “Caruaru sempre demanda grandes projetos e pautas nacionais, e vir buscar respostas para esses recursos é importante demais como gestor de uma das principais cidades do Nordeste”, comentou o prefeito.

Inf. Folha PE

Nenhum comentário:

MAX FERRO

MAX FERRO
SANTA CRUZ E SANTA FILOMENA