quarta-feira, 26 de janeiro de 2022

Uma mulher, um museu, um sonho!



No município de Santa Cruz, no Sertão do Araripe pernambucano encontramos o povoado de Poço Dantas, comunidade localizada a cerca de 20 km da sede através de uma estrada de terra tão comum nos sertões brasileiros, naquela vila encontra-se um dos mais lindos projetos da região, trata-se do museu Memorial Sertanejo, um acervo com dezenas de peças que retratam o passado e o presente da vida do povo da região, na coordenação dessa belíssima iniciativa está Luzia Barbosa, uma mulher sertaneja valente como muitas e que luta em horário integral para dar visibilidade ao museu e a sua comunidade.


Iniciado há 12 anos, o Memorial Sertanejo veio de uma iniciativa de Luzia e outras pessoas da comunidade junto à escola local, na oportunidade pretendia se vivenciar atividades comuns na vida das famílias de agricultores das quais os estudantes faziam parte, com o tempo, eles conseguiram com a paróquia da cidade de Santa Cruz uma casa da comunidade que foi cedida para receber o acervo. Todas as peças que chegaram ao museu são doadas, pessoas da comunidade, de Santa Cruz e de outros municípios sertanejos já colaboraram com o acervo que hoje conta com mais de 200 peças, quase tudo que fez parte do cotidiano do povo agricultor da região, abaixo você poderá conferir alguns itens.




Esse espetacular trabalho é liderado por Luzia Barbosa, uma mulher tão especial quanto o museu que ela conduz com um amor de uma mãe, sua paixão pela comunidade é algo muito intenso, Luzia tem uma relação com os moradores da comunidade tão bonita que quem visita o espaço sente-se literalmente entre família. Poço Dantas é um povoado pequeno, pouco mais de 20 casas espalhadas em uma rua e um espaço aberto semelhante a um largo, no centro da vila encontra-se as ruínas de uma casa de feira que servia como centro comunitário até bem pouco tempo quando o telhado caiu. Um posto de saúde da prefeitura e uma escola são as construções mais imponentes do local, já espaços mais modernos. Ao redor da casa de feira algumas casas com mais de 30 anos de construção abrigam moradores tão simpáticos quanto os vilarejos de interior de qualquer parte do mundo, duas bodegas, uma lanchonete,  um bar e uma oficina são os empreendimentos, alguns não ficam abertos toda hora, para algum serviço é só ir na casa do dono e pedir para abrir como tomar uma lapada de cana, comprar um alimento ou consertar um pneu de moto. Localizada um pouco deslocada da vila está a igreja, segundo os moradores com mais de 100 anos, dedicada à Nossa Senhora da conceição.



Uma das coisas mais especiais do projeto Memorial Sertanejo é conhecer a pessoa de Luzia, sua dedicação a essa iniciativa impressiona, seu caminhar pelas comunidades rurais, cidades da região e zona urbana de Santa Cruz em busca de aumentar o acervo do memorial foram providenciais para que o espaço viesse a ser hoje essa referência, mais recentemente, nos primeiros anos do museu a ferramenta utilizada por Luzia para divulgar essa iniciativa era o rádio, meio de comunicação mais utilizado na região, época que a internet ainda não havia chegado em Poço Dantas e que Luzia utilizava o orelhão da vila para ligar para diversos programas de rádio em Petrolina, Ouricuri e outras cidades. Com a chegada da internet não demorou até que Luzia abraçasse essa ferramenta e através de participação em lives, postagem em redes sociais e interação começou a ser vista e dar visibilidade ao Museu de Poço Dantas, foi um pulo até que pessoas da região e de outras partes do país ouvissem falar do Memorial Sertanejo e da luta incansável de Luzia Barbosa para preservar a memória do povo da região, os visitantes (sempre agendados com ela) começaram a aparecer, pessoas que vivem na região, visitantes e romeiros da cidade de Santa Cruz e viajantes de passagem pelo Sertão, mesmo localizado há mais de 20 km da cidade, Poço Dantas começa a surgir como um importante espaço para visitação e contemplação do turismo e da memória na região do Araripe.

O ano de 2022 inicia com ainda mais novidades, Luzia conseguiu participar do primeiro edital com um projeto com a iniciativa do Memorial Sertanejo, Com a apoio da Fundarpe, Secretaria de Cultura, Governo de Pernambuco, Secretaria especial da cultura, Ministério de Turismo e Governo federal realizará as lives “Memória e Poesia” com recursos da Lei Aldir Blanc no estado, as lives trarão registros audiovisuais do trabalho do Memorial Sertanejo e depoimentos de algumas pessoas da comunidade, serão também realizados recitais com os poetas Juarez Nunes, Ramírio Nunes, Elmo Oliveira e Júnior Baladeira, figuras conhecidas na cultura da região.

Nosso blog deseja vida longa ao trabalho de Luzia Barbosa e o Memorial Sertanejo, que esse sonho de fazer de Poço Dantas uma rota no turismo e também um espaço de preservação da memória dessa gente guerreira e cheia de grandeza seja em breve uma realidade vivida pela maravilhosa gente desse lugar simpático e cheio de luz.  


Inf. Vamos falar do Nordeste



A Live será transmitida por o canal Cultura do Sertão do Araripe no YouTube

acompanhe, se inscreva, participe e valorize nossa cultura.  

ACOMPNHE A LIVE CLICANDO NO LINK AQU

ttps://www.youtube.com/watch?v=hu2DMvyOu7QI

Nenhum comentário:

ebs serviços

ebs serviços
aluguel de maquinas

MAX FERRO

MAX FERRO
SANTA CRUZ E SANTA FILOMENA

LABORATÓRIO DE ANÁLISES CLINICAS LABCENTER

LABORATÓRIO DE ANÁLISES CLINICAS LABCENTER
.