terça-feira, 17 de agosto de 2021

MESTRA DE REISADO MARIA JACINTA É PATRIMÔNIO VIVO DO ESTADO DE PERNAMBUCO

 



Nascida em 1924, hoje com 96 anos a Mestra de Reisado Maria Jacinta viu o primeiro Reis na casa do seu avô, em 1937, quando tinha 12 anos, a menina jacinta se encantou com os bailados, cantigas, brincadeiras. Nos anos 50, já casada, entrou no grupo de Reis da Mestra Antônia Ferro fazendo o brinquedo durante todo mês de janeiro. Herdeira dos reisados sanfranciscanos, em 1961 junto com o esposo Pedro Rodrigues da Silva, o sanfoneiro Pedro Belo e os cinco filhos criou o seu próprio grupo. Os filhos tocavam, as filhas dançavam com a mãe, à medida que cresciam iam assumindo personagens na brincadeira. Outras famílias da vizinhança davam corpo ao grupo que se apresentava na porta da Igreja Matriz de Nossa Senhora da Conceição todo dia 6 de janeiro.

“Maria Jacinta é nossa estrela guia, a alegria e carinho com o Reis nos anima, reuniu a família pra festejar Santos Reis. Já passaram amigos, filhos, netos, bisnetos…hoje a borboleta do Reis é uma tataraneta dela“. Conta-nos Maria Marina, brincante e coordenadora do Reisado de Maria Jacinta.

A pé, de caminhão ou de canoa o Reis de Maria Jacinta cumpre até hoje sua função, ensina o Reis em escolas, projetos sociais, “onde abrem as portas” Dona Jacinta está presente pra contar e cantar as histórias do Seu Reis de Congo. Do seu grupo nasce o Movimento Viva Reis que reúne outros grupos dessa tradição no Sertão do São Francisco com o intuito de fortalecer as manifestações do ciclo natalino na região e que realiza desde de 2010 o Encontro de Reisados.

Alfredo Neto coordenador do Movimento Viva Reis reforça a importância do reconhecimento para a luta dos reisados, e da importância de políticas públicas de cultura que contribuam na salvaguarda do fazer cultural do nosso povo. “Um verdadeiro tesouro pra quem sabe apreciar…”. Dona Maria Jacinta é um tesouro, que ao longo da sua vida dedicou a transmitir, levar alegria e ensinar a resistência da cultura popular.

Para Ana Lúcia de Souza, coordenação do Reisado Inhanhum (Patrimônio Vivo de Pernambuco), hoje é dia de alegria, de celebração da nossa cultura, a Mestra Maria Jacinta já era patrimônio vivo para os reisados do Sertão do São Francisco, agora recebe o reconhecimento do Estado de Pernambuco. Viva a cultura popular! Viva os Reisados de Pernambuco! Viva a mestra Maria Jacinta!

Para Alice Gericó, produtora do Ponto de Cultura Coripós, o reconhecimento da mestra Jacinta como Patrimônio Vivo valoriza a história de vida e o trabalho de mulheres sertanejas fortes que apesar da dureza da vida tem alegria e doçura pra oferecer. Que partilham sua arte, suas memórias e se dedicam nas suas comunidades em transmitir a tradição.

Sobre o Registro do Patrimônio Vivo de Pernambuco a Secretária de Cultura de Pernambuco informa que o mesmo tem por finalidade o apoio financeiro e a preservação dos processos de criação e divulgação de técnicas, modos de fazer e saberes das culturas tradicional ou popular pernambucanas mediante atividades, ações e projetos desenvolvidos por pessoas físicas ou jurídicas de natureza cultural, sem fins lucrativos, residentes ou domiciliados e com atuação no Estado há mais de 20 anos, contados da data do pedido de inscrição.

Junto a Maria Jacinta Sampaio da Silva (Mestra de Reisado – Santa Maria da Boa Vista) foram selecionados o Mestre Luiz Antônio (Barro – Caruaru), Marliete Rodrigues (Barro – Caruaru), Velho Xaveco (Pastoril – Recife), Mãe Beth de Oxum (Coco – Olinda), Caboclinho União 7 Flexas (Goiana). Por: Carlos Medrado




Nenhum comentário:

ebs serviços

ebs serviços
aluguel de maquinas

MAX FERRO

MAX FERRO
SANTA CRUZ E SANTA FILOMENA

LABORATÓRIO DE ANÁLISES CLINICAS LABCENTER

LABORATÓRIO DE ANÁLISES CLINICAS LABCENTER
.