sexta-feira, 2 de julho de 2021

Pernambuco retoma cirurgias e procedimentos eletivos

 


Pernambuco autorizou, ontem, a retomada da realização de cirurgias e procedimentos eletivos - aqueles que podem ser adiados e/ou reprogramados sem prejuízo à saúde do paciente - e que demandem qualquer tipo de anestesia e internação hospitalar nas unidades de saúde da rede assistencial, pública ou privada. A autorização, publicada no Diário Oficial do Estado (DOE), amplia a última portaria divulgada no dia 18/06, que permitia apenas os procedimentos com anestesia local onde o paciente, a princípio, não necessitaria de intubação e internação hospitalar.

No entanto, a realização dos procedimentos eletivos fica condicionada à disponibilidade de leitos, insumos e medicamentos do chamado kit intubação na unidade onde será realizado a cirurgia. Dessa forma, as unidades devem estabelecer medidas de gestão que possibilitem a organização dos fluxos e garantam a retomada dos serviços assistenciais eletivos de forma gradativa, com cronograma estabelecido adequado ao contexto e a especificidade de cada unidade.

Nas unidades que precisarem manter medidas restritivas devido aos atendimentos relacionados à Covid-19, os servidores públicos poderão ser mantidos em outras atividades no âmbito da assistência hospitalar ou teletrabalho.

BOLETIM

A Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE) registrou, nesta quinta-feira (1º/07), 1.997 casos da Covid-19. Entre os confirmados hoje, 58 (3%) são casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) e 1.939 (97%) são leves. Agora, Pernambuco totaliza 552.289 casos confirmados da doença, sendo 49.642 graves e 502.647 leves, que estão distribuídos por todos os 184 municípios pernambucanos, além do arquipélago de Fernando de Noronha.

Além disso, o boletim registra um total de 467.422 pacientes recuperados da doença. Destes, 28.205 eram pacientes graves, que necessitaram de internamento hospitalar, e 439.217 eram casos leves.

Também foram confirmados laboratorialmente 35 novos óbitos (24 masculinos e 11 femininos), ocorridos entre os dias 27/03/2021 e 30/06/2021. As novas mortes são de pessoas residentes dos municípios de Abreu e Lima (1), Agrestina (1), Buíque (1), Calçado (1), Exu (1), Glória do Goitá (1), Ilha de Itamaracá (1), Inajá (1), Ipojuca (1), Jaboatão dos Guararapes (1), Jatobá (1), Mirandiba (1), Orocó (1), Paudalho (2), Pedra (1), Pesqueira (1), Petrolina (1), Recife (13), Santa Cruz do Capibaribe (1), Tabira (1), Terezinha (1), e Vitória de Santo Antão (1). Com isso, o Estado totaliza 17.720 mortes pela doença.

Os pacientes tinham idades entre 33 e 91 anos. As faixas etárias são: 30 a 39 (3), 40 a 49 (6), 50 a 59 (9), 60 a 69 (6), 70 a 79 (6), 80 ou mais (5). Do total, 22 tinham doenças preexistentes: doença cardiovascular (10), diabetes (10), hipertensão (7), doença respiratória (4), obesidade (3), , doença hepática (2), câncer (1), tabagismo/histórico de tabagismo (1), doença renal (1), imunossupressão (1), e etilismo/histórico de etilismo (1) - um paciente pode ter mais de uma comorbidade. Os demais seguem em investigação.

Com relação à testagem dos profissionais de saúde com sintomas de gripe, em Pernambuco, até agora, 30.344 casos foram confirmados e 53.337 descartados. As testagens entre os trabalhadores do setor abrangem os profissionais de todas as unidades de saúde, sejam da rede pública (estadual e municipal) ou privada. O Governo de Pernambuco foi o primeiro do país a criar um protocolo para testar e afastar os profissionais da área da saúde com sintomas gripais.

BALANÇO DA VACINAÇÃO

Pernambuco já aplicou 4.229.323 doses de vacinas contra a Covid-19 na sua população, desde o início da campanha de imunização no Estado. Desse total, 1.130.267 pernambucanos completaram seus esquemas vacinais, sendo 1.078.714 pessoas que foram vacinadas com imunizantes aplicados em duas doses e outros 51.553 pernambucanos que foram contemplados com vacina aplicada em dose única.

Em relação às primeiras doses, foram 3.099.056 aplicações. Ao todo, foram feitas a primeira dose em 306.636 trabalhadores de saúde; 26.073 povos indígenas aldeados; 43.367 em comunidades quilombolas; 7.700 idosos em Instituições de Longa Permanência; 666.423 idosos de 60 a 69 anos; 602.957 idosos de 70 e mais; 1.554 pessoas com deficiência institucionalizadas; 389.242 pessoas com comorbidades; 29.449 pessoas com deficiência permanente; 55.656 gestantes e puérperas; 301.071 trabalhadores de serviços essenciais; 1.011 pessoas em situação de rua; 8.090 pessoas privadas de liberdade, além de 659.827 pessoas de 18 a 59 anos.

Em relação às segundas doses, já foram beneficiados 220.825 trabalhadores de saúde; 25.702 povos indígenas aldeados; 14.279 em comunidades quilombolas; 5.783 idosos institucionalizados; 308.845 idosos de 60 a 69 anos; 494.889 idosos de 70 e mais; 1.181 pessoas com deficiência institucionalizadas; 1.739 pessoas com comorbidades; 5.471 trabalhadores de serviços essenciais; totalizando 1.078.714 pernambucanos.

Em relação à dose única, foram beneficiadas 905 idosos de 60 a 69 anos; 128 idosos de 70 anos e mais; 496 pessoas com comorbidades; 68 pessoas com deficiência permanente; 6.411 trabalhadores de serviços essenciais; 56 pessoas em situação de rua, além de 43.489 pessoas de 18 a 59 anos.

Inf. Diário de Pernambuco




Nenhum comentário:

ebs serviços

ebs serviços
aluguel de maquinas

MAX FERRO

MAX FERRO
SANTA CRUZ E SANTA FILOMENA

LABORATÓRIO DE ANÁLISES CLINICAS LABCENTER

LABORATÓRIO DE ANÁLISES CLINICAS LABCENTER
.