domingo, 3 de maio de 2020

Sem querer, Folha ajuda Bolsonaro



Houldine Nascimento, da equipe do blog
A Folha de São Paulo noticiou, na última sexta (1º), que o ministro da Cidadania, Onyx Lorenzoni (DEM), havia indicado seu professor particular de inglês para integrar a assessoria internacional da pasta. O valor do salário que Allan Bubna, 24, ganharia superava R$ 10 mil.
Ainda segundo reportagem da Folha, Bubna chegou a dar entrada no processo de nomeação em 22 de abril. O ministro Lorenzoni estava disposto a manter sua indicação, mas desistiu quando soube que seu escolhido é filiado ao PSOL há cinco anos.
“Desconhecia qualquer ligação ou filiação partidária do indicado e informo que até que tudo fique esclarecido, para não se cometer nenhuma injustiça, o processo está cancelado”, comentou Onyx pelo Twitter.
Sem querer, a Folha de São Paulo prestou um enorme serviço a Jair Bolsonaro. Pavio curto, o presidente ficaria furioso ao ser surpreendido com a presença de um psolista em sua gestão e, assim, outra crise se instalaria no governo.
Com o deslize, Lorenzoni teria tudo para ser o terceiro ministro exonerado em um intervalo de 15 dias. Antes, Sergio Moro (no dia 24 de abril), e Luiz Henrique Mandetta, no último dia 16, desembarcaram do governo Bolsonaro.
Magno Martins

Nenhum comentário:

ebs serviços

ebs serviços
aluguel de maquinas

MAX FERRO

MAX FERRO
SANTA CRUZ E SANTA FILOMENA

LABORATÓRIO DE ANÁLISES CLINICAS LABCENTER

LABORATÓRIO DE ANÁLISES CLINICAS LABCENTER
.