quinta-feira, 30 de abril de 2020

Paulo Câmara prorroga decreto de medidas restritivas para o novo coronavírus


Após ter prorrogado o decreto de isolamento social em Pernambuco, com o fechamento do comércio e das atividades classificadas como não essenciais e a proibição de acesso à praia a parques públicos até o final de abril, o governador Paulo Câmarao renovou as medidas restritivas por causa do avanço do novo coronavírus (Covid-19), com novo decreto de isolamento social publicado nesta quinta-feira (30).
O Decreto nº 48.973 mantém a suspensão das atividades econômicas, prorroga o reinício das aulas nas escolas, universidades e demais estabelecimentos de ensino, público e privado, em todo o Estado. Ainda o Governo de Pernambuco prolonga até o dia 10 de maio a quarentena no arquipélago de Fernando de Noronha.
O fechamento do comércio e serviços continua até 15 de maio. Já a suspensão das aulas nas escolas, universidades e demais estabelecimentos de ensino, público ou privado, em todo o Estado de Pernambuco permanece em vigor até 31 de maio de 2020. Já o acesso e a prática de atividades nos parques e praias e nos calçadões das avenidas situadas nas faixas de beira-mar e beira-rio permanecem proibidos até o dia 15 de maio.
No documento, também, o Governo modifica o Decreto nº 48.809, de 14 de março de 2020, e passa a permitir o funcionamento das lojas de material de informática, por meio de entrega em domicílio ou como ponto de coleta. Os serviços de assistência técnica de eletrodomésticos e equipamentos de informática também estão liberados.
Serviços essenciais
Os serviços considerados essenciais permanecem funcionando, dentro dos limites previstos nos decretos. Estão enquadrados nessa categoria, alguns setores, principalmente supermercados, padarias, mercados, lojas de conveniência, feiras livres, lojas de defensivos e insumos agrícolas, farmácias e estabelecimentos de produtos médico-hospitalares, postos de gasolina, bancos e serviços financeiros, inclusive lotéricas, casas de ração animal e depósitos de gás, entre outros. (Fonte: JC Online)

Sim, de acordo com a OMS quando tínhamos poucos infectados, não fazia sentido todos usarem as máscaras, mas, agora, o número de casos cresceu e sabemos que boa parte deles é assintomático, então é indicado sim o uso de máscaras de tecidos pela população.

Nenhum comentário:

ebs serviços

ebs serviços
aluguel de maquinas

MAX FERRO

MAX FERRO
SANTA CRUZ E SANTA FILOMENA

LABORATÓRIO DE ANÁLISES CLINICAS LABCENTER

LABORATÓRIO DE ANÁLISES CLINICAS LABCENTER
.