terça-feira, 13 de agosto de 2019

Beneficiários do Programa Bolsa Família de Santa Cruz recebem informações de como funciona o Décimo Terceiro


Na manhã desta terça 13, em Santa Cruz PE, beneficiários do programa Bolsa Família receberam orientações do programa de transferência de renda denominado de 13º do Bolsa Família de Pernambuco. O 13º do Bolsa Família pagará uma parcela adicional do benefício no limite de R$ 150,00. Atualmente, aproximadamente 1,1 milhão de famílias são atendidas no estado, o que representa 35% da população. Desse grupo, cerca de 89% estão na linha da extrema pobreza. 


As pessoas que ganham menos que R$ 150 terão direito a uma nova parcela de valor igual ao que recebem mensalmente. Por exemplo, quem ganha R$ 80 por mês vai receber mais R$ 80 como décimo terceiro. No entanto, esse valor adicional pode chegar a até R$ 150 se a família cadastrar o CPF na Nota Fiscal de Consumidor Eletrônica (NFC-e) ao comprar produtos alimentícios, gás de cozinha, vestuário, calçados, material de limpeza, higiene pessoal e medicamentos. 
 
 
“Quem recebe abaixo de R$ 150 deve procurar colocar o seu CPF e de membros de seu núcleo familiar na Nota Fiscal Eletrônica porque, ao final de um ano, quando for apurado o período de se pagar a 13ª parcela, será restituído o valor de 5% daquele valor total”, afirmou o representante do governo do estado, que lembrou "Esses recursos é fundamental para o comércio, para as prefeituras e para as pessoas".
 
O programa foi uma forma que o governador Paulo Câmara, buscou em dar transferência de renda para as pessoas mais carentes, que será disponibilizado a partir de 2020. 
 
 
O reembolso pode chegar a até 5% do valor total das compras. Só terá direito à parcela adicional quem tiver recebido o Bolsa Família durante pelo menos metade dos meses do período de apuração, que, em 2019, vai de 23 de março de 2019 a 31 de janeiro de 2020. Portanto, pode ganhar a nova parcela quem recebeu pelo menos cinco dessas dez parcelas, seguidas ou não. Em 2020, a apuração será feita entre 1º de fevereiro e 31 de janeiro de 2021. Nesse caso, será preciso ter recebido seis das doze parcelas. 

Na campanha eleitoral de 2018, o então candidato Jair Bolsonaro, agora presidente, chegou a cogitar a implantação de uma parcela adicional do Bolsa Família. No entanto, caso o Governo Federal lance um programa novo, isso não impactará na versão estadual. 
 
 
As parcelas de pagamento serão divididas em três etapas. Em fevereiro de 2020, receberão o  benefício os nascidos de janeiro a abril. Em março, os que nasceram entre maio e agosto, enquanto os nascidos de setembro a dezembro vão receber em abril. A data base de nascimento é do responsável familiar cadastrado. 
 
O Governo de Pernambuco divulgará, posteriormente, o local e forma do pagamento aos beneficiários do novo programa. Para mais informações, a população pode ligar para a Ouvidoria da Secretaria de Desenvolvimento Social, Criança e Juventude através da central no 0800 081 4421. O atendimento é de segunda a sexta-feira, das 8h às 12h e das 13h às 16h. 
 
 
No encontro estiveram presentes além dos beneficiários, representantes do governo do estado, Secretária de Assistencial Social Cícera Leoneide, vereadora e Presidente da Câmara Cledjane Jacó e funcionários da assistência.


Nenhum comentário:

ebs serviços

ebs serviços
aluguel de maquinas

MAX FERRO

MAX FERRO
SANTA CRUZ E SANTA FILOMENA

LABORATÓRIO DE ANÁLISES CLINICAS LABCENTER

LABORATÓRIO DE ANÁLISES CLINICAS LABCENTER
.

.

.
,