sábado, 22 de dezembro de 2018

Ajustes para imprimir marca pessoal



Por Arthur Cunha – especial para o blog
O governador Paulo Câmara cumpriu o prometido e mandou para a Alepe a reforma administrativa do governo. Os ajustes são para imprimir a marca pessoal do socialista na gestão. Diferente de 2014, Câmara está montando o time ao seu modo. Ouve conselhos, recebe sugestões, joga o jogo político. Mas está deixando claro ao PSB e à base aliada que a palavra final é sua. Não vai mais tolerar intromissões. A postura está clara, inclusive, nas conversas que já teve com interlocutores das legendas aliadas. O final de semana vai ser de articulações. Paulo quer ter tudo pronto antes da virada do ano. Como o próprio já disse: é muito “dever de casa” para fazer.

Há mais de uma semana, Paulo vai mesmo recriar Recursos Hídricos, que receberá ainda as atribuições de Transportes, virando a Secretaria de Infraestrutura e Recursos Hídricos. Além de cuidar das estradas, a pasta vai tocar as políticas públicas de saneamento e convivência com a seca, uma preocupação do governo. Roberto Tavares, presidente da Compesa, segue como principal nome para o posto – um dos melhores quadros da gestão, também tem articulação política em Brasília.
Outra certeza é o nome de Cloves Benevides para a nova Secretaria de Políticas de Prevenção às Drogas. O atual titular do Desenvolvimento Social é um dos expoentes nacionais da área. Resta saber se continuará como indicação do PP ou irá para a cota pessoal governador. Sabe-se, também, que a área de Esportes volta para a Educação. E que Fred Amâncio ficará no cargo, tendo Diego Perez como executivo da área. Turismo, com o desmembramento, vai ser negociada com as siglas da base. Quem levar, pega também a Empetur. Isso quer dizer que Felipe Carreras não volta mesmo para o governo, seguirá em Brasília.
Outra mudança é a fusão das pastas de Cidades e Habitação, que passará a ter o nome de Desenvolvimento Urbano e Habitação. Para o cargo, Paulo aguarda o “sim” de Fernando Dueire, suplente do senador eleito Jarbas Vasconcelos, que entrará como cota do MDB – o partido ainda pleiteia outra secretaria para abrigar o grupo do vice-governador e deputado federal eleito, Raul Henry. Os emedebistas, contudo, têm certo receio com as contas da Secid, atualmente sob a batuta do PSD. O partido de André de Paula ainda não sabe para onde vai. O bastidor é que a legenda, que também comanda o Detran, terá seu espaço reduzido.
Inf. Magno

Nenhum comentário:

ebs serviços

ebs serviços
aluguel de maquinas

MAX FERRO

MAX FERRO
SANTA CRUZ E SANTA FILOMENA

LABORATÓRIO DE ANÁLISES CLINICAS LABCENTER

LABORATÓRIO DE ANÁLISES CLINICAS LABCENTER
.

.

.
,