quinta-feira, 28 de novembro de 2013

MST impõe condições para sair da Prefeitura de Lagoa Grande

















Após decidir pelo fim da ocupação do prédio-sede da Prefeitura de Lagoa Grande, na última quarta-feira (27), o coordenador do Movimento dos Sem Terras (MST) de Pernambuco, Jaime Amorim, anunciou que vai participar de uma nova rodada de negociações no final da noite desta quinta-feira (28) com representantes da administração municipal.

Questionado sobre o objetivo da ocupação, Jaime Amorim disse que um dos principais objetivos do grupo era reivindicar a construção da Escola de Catalunha, projeto que a prefeitura prometeu destinar atenção especial depois de conversar com integrantes do movimento. 

“Mesmo com dinheiro em conta, infelizmente, o prefeito recuou e nós marcamos uma posição. Esse dinheiro que está aí foi garantido para a construção da Escola de Catalunha e não tem nenhum argumento, nem do ponto de vista técnico, nem do ponto de vista legal que vá ao contrário. Então nós estamos trabalhando pra isso, esse é nosso ponto principal”, destacou.

Segundo ele, os trabalhadores esperam da reunião de hoje “bom senso dos que administram a Prefeitura de Lagoa Grande” para garantir a construção da unidade de ensino.

“Nós acertamos com a prefeitura que a gente desmobiliza até amanhã à tarde, quando vamos ter a reunião definitiva para avaliar o posicionamento da prefeitura. Se a posição for positiva, nós vamos ajudar a construir a escola, e se a resposta for negativa, nós vamos continuar lutando para que a escola seja construída na Catalunha”, pontuou.

Nenhum comentário:

ebs serviços

ebs serviços
aluguel de maquinas

MAX FERRO

MAX FERRO
SANTA CRUZ E SANTA FILOMENA

LABORATÓRIO DE ANÁLISES CLINICAS LABCENTER

LABORATÓRIO DE ANÁLISES CLINICAS LABCENTER
.

.

.
,