sexta-feira, 25 de outubro de 2013

Prefeitos do Território do São Francisco pedem melhor distribuição dos recursos


municípios de Juazeiro, Sobradinho, Uauá, Remanso, Curaçá, Casa Nova, Pilão Arcado, Sento Sé, Canudos e Campo Alegre de Lurdes, paralisaram as atividades administrativas nesta sexta-feira (25).A Imprensa regional compareceu em massa para participar do ato dos Prefeitos
A Imprensa regional compareceu em massa para participar do ato dos Prefeitos


Prefeitos dos municípios de Juazeiro, Sobradinho, Uauá, Remanso, Curaçá, Casa Nova, Pilão Arcado, Sento Sé, Canudos e Campo Alegre de Lurdes, paralisaram as atividades administrativas nesta sexta-feira (25).

Durante a manhã, os prefeitos concederam uma coletiva à imprensa no Grande Hotel de Juazeiro para esclarecer e apresentar a sociedade os motivos que levaram a manifestação. “A grande força desse movimento é para que consigamos um maior equilíbrio na distribuição da renda, porque hoje os municípios administram déficits e com isso não conseguimos atender todas as demandas de serviços essenciais que a população precisa ter na sua totalidade”, pontuou Isaac Carvalho, relembrando que na semana passada esteve em Brasília, juntamente com outros prefeitos, para pedir o apoio da bancada dos deputados federais baianos para a aprovação do Pacto Federativo.

Presidente do Consórcio e prefeito da cidade de Sobradinho, Luiz Vicente Berti disse não se tratar de nenhuma manifestação contra o governo federal ou estadual, “mas sim a favor do fortalecimento dos municípios porque é nas cidades que moram as pessoas, é do prefeito que a população vai cobrar porque não tem o médico, porque não tem o transporte e não podemos mais ficar reféns dessa situação”, argumentou Luiz Vicenti.

O prefeito de Uauá, Olimpio Cardoso Filho chegou a dizer que o senador ou deputado que não votar pela aprovação da PEC 39, “será considerado inimigo da municipalidade”. Wilson Cota também foi duro nas colocações, e disse que não irá votar em nenhum senador em 2014 em resposta a derrubada do Congressono projeto que iria favorecer os municípios da região atingidos pela seca.

Outras duas manifestações ainda irão ocorrer este ano: uma no próximo dia 12 de novembro e outra no dia 9 de dezembro em Brasília na tentativa de que as manifestações dos gestores municipais pela aprovação da PEC 39 sejam atendidas pelo Congresso.

Nenhum comentário:

ebs serviços

ebs serviços
aluguel de maquinas

MAX FERRO

MAX FERRO
SANTA CRUZ E SANTA FILOMENA

LABORATÓRIO DE ANÁLISES CLINICAS LABCENTER

LABORATÓRIO DE ANÁLISES CLINICAS LABCENTER
.

.

.
,