domingo, 30 de junho de 2013

Brasil domina Espanha e é campeão da Copa das Confederações

Foto: Lancenet
Nada da posse de bola campeã do mundo, nem tampouco o favoritismo da Fúria nas quatro linhas. Neste domingo (30), o Brasil bateu a Espanha por 3 a 0, em Maracanã lotado e sagrou-se campeão da Copa das Confederações de 2013. Esbanjando disciplina tática e determinação, a canarinho venceu com gols de Fred (duas vezes) e de Neymar. Para além da festa nas arquibancadas e nas ruas do país, a equipe de Felipão impôs sua identidade e força. E confiança necessária para chegar bem ao Mundial de 2014. 

De certo desde o apito inicial, era que o Brasil partiria para cima, buscando sufocar a saída de bola espanhola. Assim, poderia encontrar boas jogadas na área adversária. Foi o que aconteceu e, logo no primeiro minuto, o grito do torcedor ecoou no Maracanã. Hulk cruzou na direita, Neymar se livrou da marcação e bola sobrou para Fred, que mandou para as redes sentado no chão. Gol de centroavante, 1 a 0 para a canarinho.

Aos 15 minutos da primeira etapa, o Brasil desmistificava a supremacia da Fúria na posse de bola: 56 % a favor da equipe de Luiz Felipe Scolari. A esquadra espanhola não conseguia distribuir toques em sequência, barrados pela boa marcação dos brasileiros. Nas arquibancadas, gritos de "timinho" para os visitantes, "olés" e muitas vaias aos atuais campeões do mundo. Enquanto isso, o time da casa cheia insistiu em jogadas venenosas, especialmente com Fred, Neymar e Paulinho.

A Espanha aproveitou os raros espaços do esquema defensivo da seleção pentacampeã para chegar ao gol de Júlio César. Durante os primeiros 45 minutos, apenas dois levaram perigo à meta do camisa 12. Iniesta, aos 18, arriscou de fora da área e o goleiro mandou para escanteio. Em jogada articulada por Juan Mata, Pedro recebeu lançamento aos 40 e chutou rasteiro, na saída de Júlio. Quando o gol parecia claro, surgiu David Luiz e afastou a bola. 

Em dia de correr atrás da bola, e não de tê-la, os espanhóis somaram lances faltosos e o clima entre as equipes ficou hostil durante alguns momentos. Amarelaram Arbeloa e Sergio Ramos, ambos por faltas sobre atacantes brasileiros. Aos 43, não conseguiram parar o destaque verde-amarelo. Neymar tabelou com Oscar e carimbou um balaço, sem qualquer chance para Iker Casillas: Brasil foi ao intervalo carimbando o possível favoritismo espanhol com um 2 a 0. 

O segundo tempo começou com um repeteco. No primeiro minuto, gol da seleção brasileira. Hulk, desta vez pela esquerda, abre para Neymar, que deixou passar, e a bola sobrou para a Fred ampliar o marcador: 3 a 0. Era decretada, ali, uma noite de Espanha desestabilizada em campo. As jogadas de meio campo da Fúria não encontravam rumo e nem no lance mais claro uma finalização era concretizada.

Surgiu a chance de reação europeia no jogo em cobrança de pênalti. Marcelo derrubou Jesus Navas dentro da área, aos 8. Candidato a melhor jogador da Copa das Confederações, Sergio Ramos desperdiçou a cobrança, mandando pelo lado direito de Júlio César. Depois da penalidade, a torcida desembestou a cantar: "é campeão! É campeão". A festa no Maracanã não baixou de volume em um minuto sequer. 

Até em lance de expulsão, o público não perdeu a chance de tirar brincadeiras com o adversário. Neymar puxou contra-ataque veloz, numa bela jogada, quando foi derrubado pelo Piqué. Aos 22, o zagueiro do Barcelona levou cartão vermelho pela entrada violenta sobre o companheiro de clube. Imediatamente, a torcida passou a gritar o nome da cantora Shakira, esposa do defensor espanhol. 

O Brasil sustentou durante os noventa minutos a disciplina tática, determinação e bom aproveitamento nos contra-ataques. Mas, principalmente, o volume de jogo sobre a Espanha, que não conseguiu se desvencilhar da intensa marcação. Quando chegava a incomodar na área brasileira, Júlio César e David Luiz foram seguros e destaques defensivos. 

Aos 34, o atacante Fred - autor de dois gols - foi ovacionado na saída de campo. O artilheiro da Copa das Confederações, ao lado de Fernando Torres, saiu para a entrada de Jô. E teve seu nome gritado por todo o estádio Maracanã. Gratidão pela boa exibição da seleção num dos palcos mais tradicionais da história do futebol. Combustível essencial para a Copa do Mundo 2014, que não tarda a chegar.

BRASIL 3 X 0 ESPANHA 0 LOGO APÓS - FORRÓ BEM XOTEADO NO BAR DO ALAN EM SANTA CRUZ PE


BRASIL 2 X 0 ESPANHA (Final do 1º tempo)

01' GOOOOOOOOOOOOL ÉÉÉÉÉÉ DO BRAAAAASIL!!! É de Fred!

Hulk cruza na área, Fred e Neymar brigam pela bola com Piqué e Arbeloa. Mesmo caído, Fred consegue finalizar e abre o placar! Estremece o Maraca!!!

Um gol logo no início, antes dos dois minutos de jogo, tranquilizou os brasileiros e desastabilizou os espanhóis. Já perto do fim, quando a Espanha era melhor, Neymar marcou um golaço e deixa o Brasil em grande vantagem para conquistar o título.

44' (1º TEMPO) GOOOOOOOOLLLLL É DO BRASIL!!! É DO BRASIL!!! É de Neymar!!!
Neymar toca para Oscar, que devolve no camisa 10. Ele domina dentro da área e solta uma pancada de perna esquerda, sem chance para Casillas!

Inicio do 2º tempo:

02' GOOOOOOOOOL É DO BRASIL! É DO BRASIL! Fred de novo!!!

Hulk dá passe na esquerda, Neymar deixa a bola passar e Fred chega batendo bonito, no cantinho, sem chances para Casillas! O título está próximo!

Espanha
09' PRA FOOOORA!!!!

Sergio Ramos bate à direita do gol de Julio César! O goleirão estava na bola, mas não precisou fazer a defesa!

Espanha
22' Cartão vermelho para Piqué
Está expulso o zagueiro espanhol! Neymar ia em direção ao gol, e Piqué acertou o brasileiro na canela.

Ronaldo, comentarista convidado: "O Felipão impôs seu estilo de jogo e teve o grupo na mão. A Seleção está de parabéns pelo que mostrou a todo mundo."

Felipão, técnico da Seleção: "Cria-se uma situação favorável, um ambiente melhor. O que o povo tem feito por nós, dentro do campo, é algo fantástico, maravilhoso. Temos que ter isso como princípio dentro do nosso país: amizade, união. Fazer com que as coisas possam evoluir, crescer."

Brasil x Espanha: história em jogo

RIO - O novo Maracanã vai viver uma noite de glória, à altura das noites mais marcantes do velho Maracanã. Às 19 horas, Brasil e Espanha vão disputar dois títulos: um deles real, tangível, o da Copa das Confederações. O outro, simbólico, mas talvez mais valioso, o de soberano do futebol.
 
Brasil tenta o quarto título da Copa das Confederações - Alex Silva/Estadão
Brasil tenta o quarto titulo da Copa das Confederações
De um lado, estará aquela que é reconhecida como a melhor seleção do planeta. Campeã do mundo e bicampeã da Europa com um estilo que está marcando época, a Espanha estabeleceu uma hegemonia como há muito não se via. Do outro lado, o Brasil, ex-melhor do mundo, louco para voltar a ser reconhecido como o número um.

A partida terá um charme fora do comum porque será a primeira vez que os espanhóis vão enfrentar a seleção brasileira desde que se tornaram os donos do mundo. Eles sabem que ainda falta dar um último passo para a consagração total, a "cereja do bolo": vencer os brasileiros em uma competição oficial. E melhor ainda que seja no Brasil, diante dos olhos de torcedores que têm vaiado a Espanha desde a primeira rodada da Copa das Confederações por saberem que, para voltar a dominar o futebol, a seleção pentacampeã mundial precisa superá-la.

Para o Brasil, portanto, o jogo é ainda mais importante do que para a Espanha. Por razões morais e práticas. Luiz Felipe Scolari admite que a equipe brasileira ainda está em construção e, para avaliar seu estágio de evolução, nada melhor do que medir forças com os melhores. Uma vitória dará ao time de Felipão um certificado de qualidade valiosíssimo, ao passo que uma derrota não será para o treinador o fim do mundo. Será, isso sim, uma boa aula para superar a Espanha quando mais interessa, na Copa do Mundo do ano que vem.

Não por acaso, integrantes das duas seleções passaram os últimos dias demonstrando sua felicidade por poder participar da partida. "Enfrentar o Brasil no Maracanã é um sonho de criança", disse o técnico da seleção espanhola, Vicente del Bosque. "Eu estou doido para jogar contra a Espanha", comentou Carlos Alberto Parreira, coordenador técnico da seleção brasileira, antes de saber que os espanhóis seriam os adversários do Brasil na decisão.

CONFRONTO DE ESTILOS
A partida do Maracanã será um interessante choque de estilos. A Espanha jogará como vem jogando desde a Eurocopa de 2008, sua plataforma de lançamento para o domínio mundial. O time tentará ficar com a bola o máximo de tempo possível, trocando passes rapidamente e com incessante troca de posições de seus jogadores de frente. Incerta mesmo é a postura que a equipe do Brasil adotará.
Em seus três primeiros jogos na competição, o time brasileiro adotou a marcação por pressão sobre a defesa adversária nos primeiros minutos da partida. Não por acaso, contra Japão e México o Brasil abriu o placar logo no começo e faltou muito pouco para repetir a dose na partida contra a Itália.
Na semifinal, no entanto, a postura não foi a mesma e a equipe brasileira sofreu. Agora, é possível que a tática da pressão volte a ser usada, já que a Itália fez algo parecido contra a Espanha e deu certo. Os italianos foram agressivos desde o princípio da partida e assustaram os espanhóis, que ficaram menos com a bola do que o normal.

Para vencer a Espanha no Maracanã, o Brasil dependerá muito do trio formado por Neymar, Oscar e Hulk - que, apesar de ser muito criticado pela torcida e pela imprensa, deverá continuar no time. Esses três terão a tarefa de roubar a bola no campo de ataque e partir em alta velocidade rumo à área inimiga. Se cumprirem a missão, com certeza vão pegar a defesa espanhola desprevenida, já que ela joga sempre adiantada - isso faz parte da cultura do "tiki-taka".

Ah, tem outro detalhe: a torcida. Caso os cariocas apoiem o Brasil desde o Hino Nacional, como nos quatro jogos anteriores, a seleção brasileira terá mais chance de tombar o mais assustador bicho-papão do futebol atual. Convenhamos, não será pouca coisa.

De onde vem o dinheiro da Copa?

BBC Brasil - Ruth Costas

Os protestos das últimas semanas abriram um amplo debate sobre os custos e impactos econômicos da realização da Copa do Mundo no Brasil.
Alguns manifestantes chegam a defender um boicote ao evento em protesto contra o que consideram um desperdício de recursos públicos. Para eles, as entidades governamentais deveriam estar investindo em educação e hospitais os bilhões usados para construir estádios e outras obras ligadas ao evento.

O ex-jogador e deputado Romário engrossou o coro em um vídeo que se tornou viral na internet, no qual ataca a Fifa e alega que a Copa brasileira custará cerca de três vezes mais do que as anteriores - número contestado pelo Comitê Gestor da Copa do Mundo de 2014, o CGCopa.
'A África do Sul teve um gasto de R$ 7,7 bilhões de reais, o Japão de R$ 10,1 bilhões, a Alemanha de R$ 10,7 bilhões e o Brasil já está em R$ 28 e alguma coisa (bilhões). Ou seja, desculpe a expressão, mas que sacanagem. É sacanagem com o dinheiro do povo. Falta de respeito e escrúpulos', disse o deputado.

As autoridades envolvidas na organização da Copa se defendem alegando que muitos desses bilhões na realidade serão gastos em obras de infraestrutura e mobilidade urbana que precisavam ser realizadas com ou sem o torneio.
A presidente Dilma Rousseff também garantiu, em discurso em rede nacional, que nem um centavo do orçamento foi usado em estádios. Mas isso não quer dizer que não tenham sido usados recursos públicos em tais obras.

O BNDES financiou boa parte dos estádios com linhas de crédito a juros subsidiados – e, em muitos casos, os empréstimos foram tomados por governos estaduais, que terão de pagar o banco também com dinheiro público.  Clique e Continue lendo.

Noite Animada no São João Paroquial


Mais uma noite de confraternização em Santa Cruz, o São João Paroquial mais uma vez reuniu um grande numero de pessoas da criança a terceira idade, elegância e simplicidade não faltou, um povo humilde que sabe se divertir com as coisas boas da nossa terra, apresentações das quadrilhas juninas, poesias um belo e gracioso desfile dos candidatos a Rainha e Rei do Milho.



Esse ano diferentemente dos eventos anteriores as apresentações foram realizadas na “Praça” Pe. Luiz Gonzaga, esteve acompanhando o todo o evento o Pe. Egidio, Reitor do Santuário da Venerada, o prefeito Gilvan Sirino, alem dos secretários Graça Menezes (Educação) e Lusmar (Turismo), entre o grande publico estava o vereador Luciano Nunes prestigiando a juventude.
Os classificados como Rei e Rainha do Milho foram em primeiro Izabela christina e Willian Andrade, segundo lugar Francisca Elionaik e Douglas Souza, os dois casais alem de mostrar talento durante o desfile estavam de parabéns por tamanha criatividade nas confecções das roupas.



Mais uma vez a Professora Cheila & CIA apresentaram um trabalho brilhante com as Mulheres da Academia de Dança e a equipe de dançarinos das Estrelas de Santa Cruz, ao final agradecimento, emoções e a expectativa de um futuro cada vez melhor. Tudo quase perfeito se não fosse uma lama aqui e ali que estava deixando muita gente com atenções redobradas, sentir a falta de uma atração local, os artistas da terra como Chico de Nardim, esteve no evento como mais um admirador da cultura nordestina, Vital Barboza se apresentou às 22h. Parabéns a todos que se dedicaram em mais um São João Paroquial, pois não podiam faltar as tradicionais comidas típicas juninas das barraquinhas, milho verde, pamonha, canjica, bolos, tapiocas, mangunzar e muito mais, como o nordestino não fala errado e sim diferente, digo:  este foi mais um Arraia Paroquiá. 






Cortar custos. Mas só dos outros


 O Congresso aprovou em alta velocidade projetos que, embora estivessem há anos nas gavetas, nem tinham sido discutidos. Mas a Proposta de Emenda Constitucional que reduz o número de deputados de 513 para 380 (PEC 170), que provocaria uma economia de quase R$ 13,5 milhões por mês, apresentada em 1999, esta ficou no caminho. A Comissão de Constituição e Justiça da Câmara deu esta semana, após 14 anos, seu parecer contrário.
Mexer no deles, nem pensar.

Só Câmara? Não seja injusto. O Senado transformou delitos de servidores públicos em crimes hediondos, com aumento de pena. Ótimo - desde que alguém identifique e julgue os hediondos criminosos. O pessoal do Mensalão, acusado desse tipo de crime, levou sete anos para ser julgado. E a pena não foi aplicada.

Pode ser para inglês ver, mas o brasileiro ainda vai demorar a ver o endurecimento das penas. O projeto tem ainda de ser aprovado pela Câmara e sancionado pela presidente. O parecer favorável à aprovação já tinha um ano de gaveta (Carlos Brickmann)

sábado, 29 de junho de 2013

Brasil e Espanha se enfrentam na final mais esperada do futebol mundial

 
Quem vence o duelo: Neymar (E) ou Iniesta (D)? Fotos: AFP

O Brasil conquista o título no Macaranã. Ladeado por Neymar, Fred e Júlio César, Thiago Silva - o capitão- levanta o troféu sob milhares de olhares emocionados,  sentimentos incontidos e gritos imodestos de que conosco é diferente. Somos os maiores do mundo. Ou a Espanha vence a decisão e chega ao único triunfo que faltava a uma geração vitoriosa : a Copa das Confederações - justo em cima do país que acostumou-se a ser o do futebol. Ergue a taça, feliz, cercada por um silêncio triste e constrangedor vindo das arquibancadas já parcialmente vazias.

Só um dos dois desfechos acima é possível. É manutenção de hegemonia ou passagem de bastão. A maior seleção da história encara o melhor time atual. E não há quem fique indiferente a um confronto dessas proporções. Privilegiados, os que poderão acompanhá-lo às 19h deste domingo, no Rio de Janeiro.
(N10/Rômulo Alcoforado


  

HOJE: SÃO JOÃO PAROQUIAL 2013 (FOTOS)















Juíza que suspendeu pagamentos da Telexfree é ameaçada de morte

A juíza Thaís Khalil, que em 18 de junho determinou a suspensão dos pagamentos da Telexfree, está sendo ameaçada de morte. De acordo com as informações do Ministério Público do Acre (MP-AC), anônimos também promteram matar os filhos e o marido da juíza. As ameaças foram por e-mail, telefone e Facebook.

Um inquérito policial foi aberto nesta sexta-feira (28) para apurar os crimes de coação e ameaça. A suspeita é de que os responsáveis sejam divulgadores da Telexfree que temem perder o dinheiro investido no sistema, considerado uma pirâmide financeira pelo Ministério Público.

A Telexfree, nome fantasia da Ympactus Comercial LTDA, informa usar o marketing multinível para vender pacotes de telefonia por internet (VoIP, na sigla em inglês). Os divulgadores ganham dinheiro não só com a venda do produto, mas também por indicar outros promotores para rede.

O Ministério Público acredita que a maior parte do faturamento vem das taxas de adesão dos divulgadores e não da comercialização dos pacotes de telefonia. Por isso, o sistema seria uma pirâmide financeira.
Diario do Pernambuco/Blog do Irmão Holanda 
 
 

Popularidade de Dilma cai de 57% a 30% em três semanas







Presidente Dilma Rousseff (Foto: Divulgação)
Pesquisa Datafolha finalizada ontem mostra que a popularidade da presidente Dilma Rousseff desmoronou.
 
A avaliação positiva do governo da petista caiu 27 pontos em três semanas.
 
Hoje, 30% dos brasileiros consideram a gestão Dilma boa ou ótima. Na primeira semana de junho, antes da onda de protestos que irradiou pelo país, a aprovação era de 57%. Em março, seu melhor momento, o índice era mais que o dobro do atual, 65%.
 
A queda de Dilma é a maior redução de aprovação de um presidente entre uma pesquisa e outra desde o plano econômico do então presidente Fernando Collor de Mello, em 1990, quando a poupança dos brasileiros foi confiscada.
 
Naquela ocasião, entre março, imediatamente antes da posse, e junho, a queda foi de 35 pontos (71% para 36%).
 
Em relação a pesquisa anterior, o total de brasileiros que julga a gestão Dilma como ruim ou péssima foi de 9% para 25%. Numa escala de 0 a 10, a nota média da presidente caiu de 7,1 para 5,8.
 
Neste mês, Dilma perdeu sempre mais de 20 pontos em todas regiões do país e em todos os recortes de idade, renda e escolaridade.
 
O Datafolha perguntou sobre o desempenho de Dilma frente aos protestos. Para 32%, sua postura foi ótima ou boa; 38% julgaram como regular; outros 26% avaliaram como ruim ou péssima.
 
Após o início das manifestações, Dilma fez um pronunciamento em cadeia de TV e propôs um pacto aos governantes, que inclui um plebiscito para a reforma política. A pesquisa mostra apoio à ideia.
 
A deterioração das expectativas em relação a economia também ajuda a explicar a queda da aprovação da presidente. A avaliação positiva da gestão econômica caiu de 49% para 27%.
 
A expectativa de que a inflação vai aumentar continua em alta. Foi de 51% para 54%. Para 44% o desemprego vai crescer, ante 36% na pesquisa anterior. E para 38%, o poder de compra do salário vai cair --antes eram 27%.
 
Os atuais 30% de aprovação de Dilma coincidem, dentro da margem de erro, com o pior índice do ex-presidente Lula. Em dezembro de 2005, ano do escândalo do mensalão, ele tinha 28%.

Com Fernando Henrique Cardoso (PSDB), a pior fase foi em setembro de 1999, com 13%.
 
Em dois dias, o Datafolha ouviu 4.717 pessoas em 196 municípios. A margem de erro é de 2 pontos para mais ou para menos.

Fonte: Folha.com

Sudene e Sudam lançam editais para concurso público



 concurso publico
São mais de 140 oportunidades e os salários chegam a R$ 5.081,18
 
As superintendências de Desenvolvimento do Nordeste (Sudene) e do Norte (Sudam), instituições vinculadas ao Ministério da Integração Nacional, lançaram nesta quinta-feira (27) os editais de concurso público para seleção de profissionais de nível médio e superior. São mais de 140 oportunidades com salários entre R$ 2.570,02 a R$ 5.081,18. As inscrições começam no mês de julho.
Para mais informações, acesse os sites da Sudam e da Sudene.
Sudene:
http://www.sudene.gov.br/notices/113-sudene-abre-inscricoes-a-partir-de-julho-para-concurso-publico

AMANHÃ FESTA NO BAR DO ALAN COM FORRÓ BEM XOTEADO


Final entre Brasil e Espanha terá segurança de 6 mil PMs no Rio

Seis mil policiais militares vão atuar na segurança do Maracanã, neste domingo (30), quando acontece o jogo Brasil x Espanha, pela final da Copa das Confederações.  De acordo com a nota publicada pela corporação ontem sexta-feira (28), os PMs serão distribuídos no interior do estádio, no entorno e no controle de acesso dos torcedores. Cem carros da polícia vão ajudar no patrulhamento.

Pelas redes sociais, manifestantes e integrantes de movimentos sociais prometem uma manifestação com saída da Tijuca, Zona Norte, e chegada ao Maracanã. O grupo diz que o ato será pacífico.

Santa Cruz receberá motoniveladora do PAC 2, prefeito assinou termo de recebimento


Nos próximos dias a população de Santa Cruz será beneficiada com uma maquina Moto niveladora do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC 2), programa do governo federal. A máquina irá atuar na zona rural do município na reforma das estradas vicinais, o que facilitará o tráfego de veículos no interior do município.

O Prefeito Gilvan Sirino (PR) esteve nesta sexta feira (28) na capital pernambucana no Ministério de Desenvolvimento Agrário (MDA), onde assinou o termo de recebimento da maquina.

Segundo o prefeito, o município foi contemplado com a máquina motoniveladora, devido está em condições legais para receber recursos tanto do governo federal como do estadual. “Estou muito feliz com mais essa conquista, no que depender de mim estarei sempre buscando benefícios para o nosso povo”, disse Gilvan Sirino.
Recentemente Santa Cruz foi contemplada com uma máquina retroescavadeira, também com recurso do PAC 2. (Ascom PMSC)

ebs serviços

ebs serviços
aluguel de maquinas

MAX FERRO

MAX FERRO
SANTA CRUZ E SANTA FILOMENA

LABORATÓRIO DE ANÁLISES CLINICAS LABCENTER

LABORATÓRIO DE ANÁLISES CLINICAS LABCENTER
.

.

.
,