terça-feira, 7 de abril de 2020

Confira como pedir a renda básica emergencial de R$ 600


Paga a trabalhadores informais de baixa renda e a beneficiários do Bolsa Família, a renda básica emergencial de R$ 600 ou de R$ 1,2 mil para mães solteiras será depositada de forma automática para quem já está inscrito no Cadastro Único de Programas Sociais (CadÚnico) a partir de quinta-feira (9) e tem conta no Banco do Brasil e na Caixa Econômica Federal. Os demais trabalhadores terão de se cadastrar no aplicativo Caixa Auxílio Emergencial ou no site e começarão a ser pagos até o dia 14.
Quem está no Bolsa Família não precisa se cadastrar e receberá o auxílio emergencial no mesmo dia do pagamento do programa social, que ocorre entre nos últimos dez dias úteis de cada mês. O beneficiário desse grupo receberá o maior valor entre o Bolsa Família e a renda básica emergencial no fim de abril, de maio e de junho.
Nesta fase, o dinheiro será depositado em contas poupança digitais ou na conta corrente informada pelo beneficiário e só poderá ser movimentado eletronicamente. O calendário para saques em bancos, casas lotéricas ou correspondentes bancários será divulgado posteriormente.
Confira abaixo mais questões sobre o benefício.

Quem tem direito ao auxílio emergencial?

O benefício será para às seguintes pessoas:
» Que estão inscritas no CadÚnico até o último dia dia 20 de março;
» Que são microempreendedores individual;
» Que são contribuintes individuais ou facultativos do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS);
» Que estão na informalidade, sem inscrição em programas sociais nem contribuir para o INSS;
» Que são inscritos no Bolsa Família;
Atenção: O auxílio não será pago a quem recebe aposentadorias, pensões e demais benefícios previdenciários, seguro-desemprego, benefícios assistenciais como o Benefício de Prestação Continuada (BPC) ou outro programa federal de transferência de renda que não seja o Bolsa Família.

Todos os beneficiários deverão:
» Ter mais de 18 anos de idade e Cadastro de Pessoa Física (CPF) ativo;
» Ter renda mensal de até meio salário mínimo por pessoa (R$ 522,50);
» Ter renda mensal até 3 salários mínimos (R$ 3.135) na família inteira;
» Não ter recebido rendimentos tributáveis acima de R$ 28.559,70 em 2018;
» A renda familiar considera os rendimentos de todos os membros que vivem na mesma residência, exceto os pagamentos do Bolsa Família.

Como será feito o pagamento a mães solteiras?
» Mulheres mães e chefes de família poderá receber R$ 1,2 mil (duas cotas) por mês caso se enquadrem nos critérios anteriores.

O que acontecerá se quem recebe o auxílio emergencial conseguir emprego?
» Beneficiário que, durante a vigência do programa, for contratado com carteira assinada ou vir a renda familiar ultrapassar o limite continuará a receber a renda básica emergencial

Quem precisa baixar o aplicativo e se cadastrar?
» Trabalhadores informais sem registro
» Microempreendedores individuais
» Contribuintes individuais ou facultativos do INSS
» Embora os MEI e os contribuintes do INSS estejam inscritos na base de dados do governo, a Caixa Econômica Federal e o Ministério da Cidadania recomendam baixar o aplicativo e para ajustar dados, como a renda familiar. O aplicativo avisará caso o CPF do trabalhador já esteja inscrito no CadÚnico
» Beneficiários do Bolsa Família não precisam se cadastrar

Como fazer o cadastro?

O cadastro pode ser feito de três formas:
» Pela internet, no site auxilio.caixa.gov.br
» Pelo aplicativo Caixa Auxílio Emergencial, disponível para celulares e tablets do sistemas Android e iOS
» Cadastro em lotéricas e agências da Caixa para quem não tem acesso à internet. Por causa da pandemia de coronavírus, as agências da Caixa estão funcionando com horário reduzido, das 10h às 14h
» Os aplicativos podem ser baixados de graça por quem não tenha crédito no celular, graças a um acordo entre o governo e as operadoras de telefonia
» Governo recomenda apenas usar os canais indicados para evitar enviar dados a sites falsos e aplicativos fraudulentos

Que informações são necessárias para fazer o cadastro?
» Nome completo, número do CPF, data de nascimento e Nome da mãe;
» Número de celular para receber um SMS com a informação se o benefício foi concedido ou negado;
» Renda individual e ramo de atividade;
» Cidade e estado onde reside;
» Número de conta corrente, para quem tem conta em banco;
» Número da identidade (RG) ou da Carteira Nacional de Habilitação (CNH) para quem deseja criar a conta poupança digital

Qual será o calendário de pagamento?

Para inscritos no CadÚnico:
» Primeira parcela: a partir de quinta-feira (9) para quem tem conta no Banco do Brasil ou conta poupança na Caixa, dois dias úteis após a Caixa receber a base de dados da Dataprev, que ocorre hoje (7);
» Segunda parcela: entre 27 e 30 de abril, dependendo do mês de nascimento do trabalhador;
» Terceira e última parcela: entre 26 e 29 de maio, dependendo do mês de nascimento

Para os trabalhadores informais, MEI e contribuintes individuais ou facultativos do INSS, que fizeram o cadastro no site ou no aplicativo:
» Primeira parcela: a partir de 14 de abril, com a possibilidade de ser pago na segunda-feira (13), caso a Caixa termine de processar os dados antes do prazo de três dias úteis;
» Segunda parcela: entre 27 e 30 de abril;
» Terceira e última parcela: entre 26 e 29 de maio.

Quem recebe Bolsa Família:
» As três parcelas serão pagas nos mesmos dias de pagamento do Bolsa Família, nos últimos dez dias úteis de cada mês, conforme o final do Número de Inscrição Social (NIS);
» Meses de pagamento das parcelas: abril, maio e junho.
Como será feito o pagamento?
Nesta primeira fase, não haverá saques, apenas depósitos. O dinheiro só poderá ser transferido eletronicamente para outras contas, usado para pagar boletos e contas ou ser gasto no cartão de débito. Beneficiários com conta aberta no próprio nome em qualquer outro banco podem indicá-la para receber o valor. A Caixa transferirá o dinheiro sem custos adicionais.
Os usuários terão direito a:
» Até três transferências eletrônicas por mês para outros bancos sem custo nos próximos 90 dias;
» Transferências ilimitadas para outras contas da Caixa Econômica, mesmo no nome de terceiros;
» Acesso e movimentação apenas por meio do aplicativo Caixa Tem, que permite o pagamento de contas domésticas e de boletos bancários
Já beneficiário sem conta em banco terão de autorizar a abertura de uma conta poupança digital na hora de cadastrar o benefício no site ou no aplicativo. Beneficiários sem acesso à internet poderão fazer o cadastro nas agências da Caixa ou nas casas lotéricas (se estiverem abertas), com o recebimento do dinheiro na conta indicada.
Existe um telefone para tirar dúvidas?
O trabalhador pode ligar para o telefone 111, criado pela Caixa, para tirar dúvidas sobre a renda básica emergencial. A linha está disponível apenas para o esclarecimento de informações. O trabalhador pode consultar se está no CadÚnico, no Bolsa Família e se precisa cadastrar-se no aplicativo ou no site.
As ligações podem ser feitas pelo celular de forma gratuita, graças a um acordo do governo com operadoras telefônicas

Agência Brasil







O resultado do teste pode ser recebido em 4 dias úteis. Caso você esteja com a suspeita de infecção pelo Covid19, pode realizar o teste de forma eficaz e segura na nossa unidade de Ouricuri.
Estamos funcionando das 7h as 12h.
Dúvidas falar no WhatsApp (87 99633 3371)

Juiz decide que dinheiro de partidos deve ir para combate à covid-19


O juiz Itagiba Catta Preta, da Justiça Federal em Brasília, autorizou hoje (7) que recursos públicos destinados a partidos políticos sejam aplicados no combate ao novo coronavírus. Cabe recurso contra a decisão. 
A liminar do magistrado foi motivada por uma ação popular protocolada por um advogado do Distrito Federal. Pela decisão, os recursos do Fundo Partidário e do Fundo Especial de Financiamento de Campanha (FEFC) devem ser bloqueados para serem usados em campanhas para o combate à pandemia ou para “amenizar suas consequências econômicas”. A decisão final caberá ao chefe do Executivo, o presidente Jair Bolsonaro, de acordo com o juiz. 
O valor previsto para o financiamento das campanhas nas eleições de outubro é de R$ 2 bilhões. No caso do Fundo Partidário, o valor pago em fevereiro foi de aproximadamente R$ 70 milhões. 
No ano passado, os partidos receberam cerca de R$ 720 milhões. O repasse do Fundo Partidário está previsto em lei, sendo depositado mensalmente para manutenção das legendas.

07 de abril como o Dia Internacional da Saúde. Homenagem da Clínica Alves Landim



Organização Mundial da Saúde (OMS) elegeu 7 de abril como o Dia Internacional da Saúde. Em tempos de pandemia, a data é ainda mais especial. A saúde que OMS define tem conceito amplo e é “um estado de completo bem-estar físico, mental e social e não apenas a ausência de doença ou enfermidade”. No dia de hoje, diante das incertezas e preocupações que nos afligem, é um dia para pensarmos no futuro e como poderemos nos aproximar – fisicamente inclusive – para criar uma nova realidade para todos nós. E também um dia para agradecer a todos os profissionais e voluntários dedicados a combater a pandemia do Coronavírus e ajudar para que a nossa vida normal possa ser retomada em segurança. Feliz Dia Mundial da Saúde.

Padres renunciam a salários e diocese anuncia doação de respirador para hospital


Um gesto solidário, diante dos tempos nebulosos provocados pela pandemia do novo coronavírus vem do Sertão da Paraíba. O bispo dom Eraldo Bispo da Silva, os padres e os diáconos da Diocese de Patos renunciaram os seus salários por dois meses, para pagar funcionários e manter os itens essenciais de cada igreja. Um respirador será comprado com o dinheiro de um fundo mantido pelos religiosos e doado para o Hospital Regional de Patos.
A decisão foi tomada na ultima sexta-feira dia (3), de acordo com o padre José Joácio Nóbrega, pároco da Catedral de Nossa Senhora da Guia. Segundo ele, o gesto do bispo Dom Eraldo foi acompanhado pelos demais religiosos que fazem parte da Diocese de Patos.

O Papa cria um fundo para as áreas de missão afetadas pelo vírus


Fala-se pouco, mas depois da China, o Ocidente é o maior “viveiro”. Na realidade, os números falam de uma pandemia que vem se estendendo há algum tempo também nas regiões do hemisfério sul, especialmente na América Latina, mas também na África. Estas são áreas que para a Igreja são terras de missão, onde a escassez de meios junto com o coronavírus podem criar situações muito difíceis. Por isso, o Papa decidiu ajudar essas áreas, instituindo um fundo de emergência nas Pontifícias Obras Missionárias, com uma contribuição inicial de 750 mil dólares.

“O Santo Padre está chamando toda a vasta rede da Igreja para enfrentar os desafios que nos esperam”, comentou o cardeal Tagle, muito grato por essa decisão de Francisco. “Em sua tarefa de evangelização”, recorda o prefeito da Congregação para a Evangelização dos Povos, “a Igreja está muitas vezes na vanguarda das principais ameaças ao bem-estar humano. Somente na África, existem mais de 74 mil religiosas e mais de 46 mil sacerdotes que administram 7.274 hospitais e clínicas, 2.346 casas para idosos e pessoas vulneráveis. Eles educam mais de 19 milhões de crianças em 45.088 escolas primárias. Em muitas áreas rurais, são os únicos que dão assistência de saúde e educação”.
As entidades da Igreja que podem e desejam ajudar, esta é a intenção do Papa, são solicitadas a contribuir com esse fundo por meio das Pontifícias Obras Missionárias de cada país, que são o canal oficial de apoio ao Papa para mais de 1.110 dioceses, especialmente na Ásia, África, Oceania e parte da Região Amazônica.
Segundo o presidente das Pontifícias Obras Missionárias, dom Giampietro Dal Toso, graças a essa rede é possível “demonstrar que ninguém está sozinho nesta crise”. As “instituições e os ministros da Igreja desempenham um papel vital. Esta é a intenção do Santo Padre na criação deste fundo. Muitos estão sofrendo. Portanto, nos lembramos e nos voltamos para aqueles que não têm ninguém para cuidar deles, demonstrando assim o amor de Deus Pai.”
Para aqueles que desejam contribuir, eis os dados: IT84F020080505075000102456047 (SWIFT UNCRITMMM) para Administração Pontifícias Obras Missionárias, indicando: Fundo Coronavírus.

segunda-feira, 6 de abril de 2020

Bebê nasce emburrada e família brinca: 'não queria nascer em quarentena'

Luisa nasceu sem poder receber visitas (Foto: Reprodução)


"Passei 9 meses na barriga da mamãe pra nascer e entrar em quarentena?". É o que parece dizer a expressão da pequena Luisa, que nasceu em Campo Grande, capital do Mato Grosso do Sul, justo durante a crise provocada pela pandemia do novo coronavírus. No clique tirado pela pediatra que acompanhou seu parto, a recém-nascida aparece ao lado dos pais com uma carinha emburrada já nos primeiros minutos de vida.

Com as medidas de contenção, adotadas pelos estados para frear o avanço da doença, a recém-nascida foi proibida de receber visitas, assim como todas as crianças que vieram ao mundo neste período de distanciamento social.

"Lá na sala de parto nós achamos que ela fez aquela carinha porque havia muito luz e ela pode ter estranhado. Só que, em família, como ela não podia receber visitas, todo mundo que viu a foto falou que ela estava brava por conta de nascer na época do novo coronavírus. O meu marido também brincou e falou a mesma coisa. Outros disseram que ela já nasceu brava, igual a mãe", brincou a mãe da criança, a esteticista Isabelle Simplicio, de 22 anos, em entrevista ao portal da Globo, G1.

Por pouco, até o pai de Luisa não conseguiu ver o parto da pequena. "Ele foi um dos últimos a ter essa autorização de acompanhante, dois dias antes de ser decretada a quarentena. Depois eu até acompanhei e vi que vários pais tiveram que assistir ao nascimento por ligação de vídeo. Mas, assim que a Luisa nasceu, a pediatra dela registrou aquele momento e nós vimos que ela estava bem brava", contou Isabelle.


Com informações do G1.

“Ameaça não dá”, desabafa Mandetta a ministros


O ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, desabafou a interlocutores depois de tomar conhecimento de uma fala do presidente Jair Bolsonaro para apoiadores, na noite de ontem, na portaria do Palácio do Alvorada.
Bolsonaro disse que alguns ministros viraram "estrelas" e falam "pelos cotovelos". O presidente afirmou também que a caneta dele funciona. Sem mencionar nomes, disse que "a hora deles [em referência a esses ministros] ainda não chegou. Vai chegar".
"Ameaça não dá. O presidente tem de tomar uma decisão", afirmou Mandetta, segundo interlocutores, em telefonemas aos ministros Braga Neto (Casa Civil) e Luiz Eduardo Ramos (Secretaria de Governo) depois da manifestação de Bolsonaro, transmitida ao vivo por uma rede social.
Aos dois ministros, Mandetta teria afirmado que, se na entrevista coletiva diária desta segundas-feiras sobre o balanço da epidemia de coronavírus no país, fosse questionado sobre o assunto, iria responder. E de forma "dura".
O ministro, no entanto, não participou da entrevista porque, no mesmo horário, estava entre os ministros convocados para uma reunião com o presidente no Palácio do Planalto.
Bolsonaro e Mandetta tiveram divergências públicas em razão das estratégias para conter a velocidade do contágio pelo novo coronavírus. O presidente defende o que chama de "isolamento vertical", ou seja, isolar somente idosos e pessoas com doenças graves, que estão no grupo de risco, a fim de não paralisar a economia. O ministro é a favor do isolamento amplo, adotado por governadores, pelo qual a recomendação é que as pessoas se mantenham em casa.
De forma reservada, Mandetta tem se declarado "magoado" com ataques a ele e a familiares nas redes sociais bolsonaristas.
No início da tarde desta segunda-feira, segundo informou a agenda oficial, Bolsonaro se reuniu no Planalto com quatro ministros (Braga Netto, da Casa Civil; Ernesto Araújo, das Relações Exteriores; Jorge Antonio de Oliveira, da Secretaria-Geral; Luiz Eduardo Ramos, da Secretaria de Governo; Augusto Heleno, do Gabinete de Segurança Institucional; e com deputado Osmar Terra (MDB-RS), ex-ministro da Cidadania, que é médico e compartilha da tese de Bolsonaro, contrária ao isolamento social amplo como forma de combater o coronavírus.

Blog do Camarotti

Semana Santa em Santa Cruz da Venerada: Orações, Penitência e Partilha



A Paróquia de Santa Cruz da Venerada Celebrou a Procissão de Ramos em frente o Santuário (Coreto ao Altar), atendendo recomendações do Decretos da Diocese, foi a primeira vez que o Domingo de Ramos não contou com a maior participação da comunidade, medidas que vem sendo comuns em razão da quarentena.



Todos os cuidados estão sendo adotados por o Reitor do Santuário, Pe. José Porfírio, aos fiéis que visitarem a Igreja Matriz para realizarem suas orações, higienizações são realizadas nos bancos e álcool gel é disponível em alguns pontos tanto na nave central como no altar.



De segunda a quarta a Missa na Matriz será realizada às 18h com  participação da (equipe litúrgica) para evitar aglomeração a comunidade pode acompanhar através da Rádio Cultura FM 87,9 ou seguir o Facebook da Paróquia.  A orientação é que a comunidade colabore com as recomendações da OMS - Organização Mundial da Saúde.

Na quinta feira dia 9, o Santíssimo ficará na Casa do Romeiro para receber durante o dia fieis para oração, sempre atentos as recomendações de higienização e fluxo dos fieis. O Padre atenderá confissões e comunhão aos idosos. As 19h acontecerá a Santa Missa no Santuário, logo apos seguira com a Santíssimo pelas ruas em carro aberto. O Padre lembrou as famílias para acender uma vela em frente a residência.

A devolução do Dizimo pode ser entregue durante todo o dia no Santuário que permanece aberto diariamente.      

Os folhetos para acompanhamento nas Celebrações da Semana Santa podem ser adquiridos na Secretária Paroquial. 










Estar em casa não é motivo para ficar parado! Então, aqui vão algumas sugestões para você mover o corpo durante a quarentena:

Dançar gasta energia, libera endorfina, faz o tempo passar e a mente viajar!

 Alongar relaxa e previne dores nas costas;

Quem quiser também pode fazer abdominais e flexões ;)

Respeite os seus limites, exercite-se sempre com moderação!


Só não vale sair para se exercitar! A recomendação é praticar atividades físicas em casa.



Caso Beatriz: Denúncia revela que suposto assassino de Beatriz Mota pode estar no estado do Piauí


Segundo informações do Grupo ‘Somos todos Beatriz’, o suposto  assassino da garota Beatriz Angélica Mota, assassinada em dezembro de 2015  dentro do Colégio Nossa Senhora Maria Auxiliadora em Petrolina (PE), pode estar no estado do Piauí.
A postagem feita na noite deste domingo (05),  no facebook  do grupo revela que foi recebida uma denúncia sobre o possível paradeiro do criminoso.

domingo, 5 de abril de 2020

Mesmo com isolamento, exposição moderada ao sol não deve ser esquecida


Diante do isolamento social devido ao novo coronavírus, a exposição solar fica prejudicada, mas não deve ser esquecida. A exposição moderada ao sol é importante para sintetização da vitamina D. Entre os benefícios da vitamina D (VD) estão a melhora do sistema imune.  
A vitamina D é um nutriente com função de hormônio que age em diversas áreas do organismo. “Sem dúvida, manter níveis normais de vitamina D está associado a menor taxa de infecções. Vitamina D está envolvida no processo de defesa do organismo contra agentes infecciosos e células cancerígenas. Isso se concluiu quando se compararam pessoas com baixo nível de VD, versus, altos níveis de VD”, explicou o coordenador científico da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD), Helio Miot.

Segundo o médico, no mundo tem sido observados níveis baixos de vitamina D em toda a população. “Sabemos que 60% ou até 80%, dependendo do grupo populacional, tem níveis baixos de vitamina D, o que pode comprometer o funcionamento do organismo como um todo, especialmente as pessoas de risco como gestantes, idosos, imunossuprimidos, indivíduos em pós-operatório de cirurgia bariátrica, quem tem osteoporose e doenças intestinais. Esses indivíduos devem ter seu nível de vitamina D testado e, se forem baixos, receber a suplementação”.
O médico explica que grande parte da vitamina D é produzida pela pele, sendo mais de 90% pela exposição solar habitual. “Então não é aquele indivíduo que vai se bronzear na piscina, mas é durante aquela caminhada, ao estender uma roupa no varal, tudo isso promove uma grande síntese de vitamina D. Outra grande parte ocorre pela alimentação, com alimentos como peixes, ovos, derivados de leite e algumas frutas. Esses alimentos têm uma quantidade de vitamina D.  Essas são as duas principais fontes de vitamina D para o organismo: exposição solar leve e alimentação”.

Exposição moderada

Com a situação atípica do isolamento social, a população vai diminuir a exposição ao sol. Mas, segundo o especialista, a exposição deve continuar sendo leve. “A síntese acontece muito rapidamente, e se houver um excesso de exposição, o consumo de vitamina D acaba sendo comprometido. Então não se recomenda, nem mesmo com filtro solar, ficar se expondo, intencionalmente. As pessoas de risco, como idosos, obesos, quem está em pós-operatório de cirurgia bariátrica, mulheres na menopausa, são indivíduos de alto risco para hipovitaminose D. Esses indivíduos devem conhecer o seu nível e se forem baixos, devem repor de forma oral [com medicamentos]”, orienta Miot.  
 CLIQUE NA IMAGEM
CLIQUE NA IMAGEM E SAIBA MAIS
O médico recomendou que também é importante a manutenção da atividade física nesse período. “O isolamento tende a aumentar o sedentarismo, isso faz hipotrofia dos músculos, faz uma redução do depósito de cálcio nos ossos, maximizando os riscos de pessoas com osteoporose. É importante ter uma atividade física mínima nessa quarentena, manter as atividades habituais de exposição ao sol com proteção, evitando-se os horários de risco. Os indivíduos que são deficitários de vitamina D devem fazer a suplementação segundo orientação médica, e aqueles que querem se prevenir quanto a essa pior síntese de vitamina D mediante o confinamento, devem ter uma alimentação rica nessa vitamina”.
A dermatologista e especialista em estética Hellisse Bastos dá uma dica para tomar sol de forma leve. “O ideal é ficar com a palma da mão virada para o sol em torno de 5 a 10 minutos no máximo. Sentiu que a palma da mão está quente, a gente já está sintetizando vitamina D. Outra dica é abrir todas as janelas, aproveitar onde bate sol na sua casa e deixar as janelas bem abertas para iluminar o local”.

Imunidade

Na opinião de Miot, todos devem manter níveis normais de vitamina D, não somente para a imunidade. “O grande problema que envolve a vitamina D e a imunidade é que, na maior parte das vezes, a vitamina D está baixa por um problema crônico, medicamentos, idade avançada, inflamações no intestino, sedentarismo, diabetes, cirurgia bariátrica, desnutrição, menopausa. Essas causas subjacentes reduzem a imunidade, assim como reduzem a vitamina D”.
Ele explica que, nesse caso, não adianta dar vitamina D, é preciso corrigir a causa da queda dessa vitamina.  “Caso contrário, a imunidade não vai se restabelecer. Por essa razão, a posição da SBD é que se conheça seus níveis de vitamina D. Se estiverem normais, indicamos vida normal e boa alimentação, com exposição solar habitual, com filtro solar. Se estiver baixa, recomendamos reposição de vitamina D e uma investigação de por quê está baixa”.
O médico alerta que o excesso de vitamina D também pode causar distúrbios. “É certo que queremos fazer de tudo para nos protegermos de infecção. É certo que níveis baixos de vitamina D estejam associados a maior risco de infecção. Mas, não é certo que todos suplementem vitamina D, indiscriminadamente. Pois o excesso também tem efeito tóxico aos rins”, conclui Miot.

Crianças

Para as crianças, que necessitam da vitamina D para o crescimento e formação óssea, mas que estão também em isolamento, a recomendação do pediatra Antonio Carlos da Silveira é aproveitar o sol da janela ou das varandas, apenas com braços ou pernas descobertos. “A vitamina D é importante ao longo da vida, mas principalmente para as crianças em crescimento, a presença do sol é fundamental. Mesmo durante o isolamento pela pandemia, se expor ao sol é muito importante. Pode ser até um sol na janela, no quarto, mas nunca por meio de vidros; se tiver uma sacada melhor ainda. Tomar até 10 minutos é necessário para a sintetização da vitamina."
Para o pediatra, as crianças devem aproveitar o outono, já que no inverno fica mais reduzido o período de sol. “É importante aproveitar esse período, pois com o inverno chegando fica reduzida a incidência solar”, lembra o médico.
Para todos os grupos populacionais, o ideal é que a exposição ao sol ocorra até as 10h e após as 15h. Fora desse período, a incidência solar pode ser crítica para a ocorrência do câncer de pele e outras doenças da pele.

Agência Brasil

Domingo de Ramos: Ao VIVO as 19h. na Cultura FM 87,9 e no Facebook da Paróquia



O primeiro dia da Semana Santa é nomeado Domingo de Ramos, o dia neste ano não poderá ser celebrado como de costume, devido a pandemia do Corona vírus.

Dessa forma, a conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), divulgou instruções para os católicos, a fim de que o momento seja celebrado com Fé e segurança. Uma delas é que coloque um Ramo no portão, porta ou outro lugar bem visível. Também pediu que incentivem outras pessoas a fazerem o mesmo é claro mantendo o distanciamento social.

De acordo com o conferência, marcar as casas é uma tradição do povo de Deus, pois esse ato é relatado em diversas passagens da Bíblia inclusive para proteger os lares.

@santuariodavenerada



Procissão de Ramos em Frente  Santuário  para o altar e Missa Transmitida pela Rádio Cultura novo Tempo de Santa Cruz. Cada Família Cristã católica colocar na Porta de sua Casa nos dois lados, galhos de Ramos verde e acompanha a Santa Missa com sua Família. 
#FIQUEMEMCASA


Ao VIVO na Cultura FM 87,9 e no Facebook da Paróquia (Estaremos atualizando o endereço do Facebook)





Adiada para setembro, Paixão de Cristo de Nova Jerusalém mantém elenco de famosos

Na foto, os famosos Caco Ciocler (Jesus), Christine Fernandes (Maria) e Juliana Knust (Madalena). (Foto: Felipe Souto Maior/Divulgação)


A Paixão de Cristo de Nova Jerusalém que teria estreia de nova temporada neste sábado (4), precisou ser adiado por conta da pandemia da Covid-19. É a primeira alteração em 53 anos. Com novas datas já marcadas para os dias 2 a 7 de setembro, a direção confirmou nesta sexta (3), a presença de todos atores convidados Caco Ciocler (Jesus), Edson Celulari (Herodes), Christine Fernandes (Maria), Juliana Knust (Madalena) e Sérgio Marone (Pilatos), além da influenciadora digital Thaynara OG (Herodíades).

Entre os mais de 50 atores e atrizes pernambucanos que atuam na peça, apenas três ainda não confirmaram participação. "Todos estão unidos e solidários para que dê certo. Existe uma expectativa muito grande do elenco em relação a setembro", afirma Carlos Reis o diretor artístico do espetáculo.

De acordo com o presidente da Sociedade Teatral de Fazenda Nova, Robinson Pacheco, encenar o espetáculo cinco meses depois da Semana Santa será uma experiência totalmente nova para os produtores do espetáculo. "A preservação da vida é o mais importante neste momento, por isso resolvemos adiar mesmo diante de todos os grandes desafios que isso representa", afirmou Pacheco.
Diário de Pernambuco

sábado, 4 de abril de 2020

Em Petrolina, N-5 e Projeto Maria Tereza recebem serviços de pavimentação em mais de 60 ruas


Mesmo com as medidas preventivas de combate à pandemia do novo coronavírus (Covid-19), alguns serviços essenciais não podem parar. Como as ações que garantem melhorias na qualidade de vida da população nos aspectos socioeconômicos e principalmente, na saúde. Na área irrigada de Petrolina, equipes da prefeitura e Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf) continuam trabalhando para garantir mais de 60 ruas pavimentadas no Núcleo 5 do Perímetro Irrigado Senador Nilo Coelho e Projeto Maria Tereza nesta primeira etapa.
O pacote de obras é resultado de um convênio, entre as duas instituições, no valor de mais de R$ 15 milhões, para implementar em diversas regiões de Petrolina. Nesta remessa de investimentos as comunidades contempladas são: Projetos Bebedouro e Maria Tereza, C-1, C-2, C-3, Alto da Bela Vista, e nas vilas novas dos núcleos N-1, N-2, N-3, N-4, N-5, N-6, N-7, N-8, N-9, N-10 e N-11 terão no total mais de 170 ruas pavimentadas.
As obras foram iniciadas ainda no mês de março nas vilas do N-5 e Maria Tereza onde as frentes de serviço realizaram limpeza, lançamento de piçarra (cascalhamento), encanamento, terraplanagem, compactação do solo e aplicação de brita para receber a primeira camada de asfalto TSD. Segundo o engenheiro responsável por acompanhar as obras de pavimentação na Área irrigada, Alfredo Gaze Neto, no Núcleo 5 está sendo finalizada a terraplanagem de 12 ruas para que possa ser lançado o TSD. No Maria Tereza, Km 25, 17 ruas já estão prontas para asfaltamento e duas ruas do Covão já recebem o cascalhamento.
Os serviços de pavimentação dessas ruas são de responsabilidade da Codevasf, com o apoio da Prefeitura de Petrolina, por meio da Secretaria de Infraestrutura, Mobilidade e Serviços Públicos (SEINFRA), graças a convênio celebrado entre as instituições.
Carlos Britto

Caixa lançará na terça aplicativo para cadastro em renda emergencial



A partir da próxima terça-feira (7), dezenas de milhões de brasileiros poderão baixar um aplicativo lançado pela Caixa Econômica Federal que permitirá o cadastramento para receberem a renda básica emergencial, de R$ 600 ou de R$ 1,2 mil, no caso de mães solteiras. O banco também lançará uma página na internet e uma central de atendimento telefônico para a retirada de dúvidas e a realização do cadastro.
O próprio aplicativo avaliará se o trabalhador cumpre os cerca de dez requisitos exigidos pela lei para o recebimento da renda básica. O pagamento poderá ser feito em até 48 horas depois que a Caixa Econômica receber os dados dos beneficiários, mas o presidente do banco não se comprometeu em apresentar uma data específica. Quem não tem conta em bancos poderá retirar o benefício em casas lotéricas.

O presidente da Caixa, Pedro Guimarães, anunciou que o banco lançará outro aplicativo, exclusivo para o pagamento da renda básica. O benefício será depositado em contas poupança digitais, autorizadas recentemente pelo Conselho Monetário Nacional, e poderá ser transferido para qualquer conta bancária sem custos. Segundo ele, o calendário de pagamentos será anunciado na próxima semana, depois de o banco conhecer o tamanho da população apta a receber a renda básica emergencial.
Segundo Guimarães, o decreto que regulamenta a lei que instituiu o benefício será finalizado hoje, mas ele não informou se o texto será publicado ainda nesta sexta-feira (3) ou no início da próxima semana. Na segunda-feira (6), a Caixa Econômica detalhará o funcionamento dos dois aplicativos.
O ministro da Cidadania, Onyx Lorenzoni, informou que só precisarão se inscrever no aplicativo microempreendedores individuais (MEI), trabalhadores que contribuem com a Previdência Social como autônomos e trabalhadores informais que não estejam inscritos no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal. Caso o trabalhador esteja inscrito no cadastro único, o aplicativo avisará no momento em que ele digitar o número do Cadastro de Pessoas Físicas (CPF).

Bolsa Família

Os beneficiários do Programa Bolsa Família não precisarão baixar o aplicativo. Segundo Onyx, eles já estão inscritos na base de dados e poderão, entre os dias 16 e 30, escolher se receberão o Bolsa Família ou a renda básica emergencial, optando pelo valor mais vantajoso.
O ministro da Cidadania lembrou que o benefício de março do Bolsa Família terminou de ser pago no último dia 30. Para ele, o pagamento do novo benefício a essas famílias antes do dia 16 complicaria o trabalho do governo federal, que ainda está consolidando a base de dados, de separar os grupos de beneficiários.
“A lei cria uma série de regras. Temos de fazer filtragem da base de dados. O que acontece? A base já existe. O maior desafio está nas pessoas que não estão em base nenhuma, por isso criamos a solução via aplicativo, internet e central de telefones”, explicou o presidente da Caixa.
Ele lembrou que, no caso do saque imediato do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), um terço dos 60 milhões de pagamentos foi feito por aplicativo. Para Guimarães, o índice deve ser semelhante com o novo benefício emergencial.

Desafio

Para o ministro da Economia, Paulo Guedes, que participou da apresentação, o grande desafio do governo não consiste em eventuais atrasos na aprovação de medidas, mas na própria montagem da logística. “Não são um ou dois dias de atraso ou de antecipação. Desde que começamos a formular o programa, o grande desafio é a logística de entrega. É um cronograma quase físico de capturar os cadastros. Não é a aprovação que vai mudar o cronograma físico”, destacou.
Guedes destacou que, em três semanas, o governo saiu de zero para cerca de R$ 800 bilhões em programas de enfrentamento à pandemia do noovo coronavírus e de manutenção dos empregos. A conta, que envolve não apenas gastos novos, mas antecipações de despesas, adiamento de tributos e remanejamentos, está, segundo o ministro, em 3,4% do Produto Interno Bruto (PIB, soma dos bens e dos serviços produzidos). “Nenhum país emergente fez uma movimentação tão rápida de liberação de recursos como o nosso. A implementação está no mesmo ritmo dos Estados Unidos, um país que tem experiências com catástrofes”, declarou.
O ministro cobrou a união de prefeitos, governadores, Executivo federal, Legislativo e Judiciário para andar com as medidas. Em relação à necessidade da aprovação da proposta de emenda à Constituição do orçamento de guerra para a liberação do benefício, o ministro disse que a ala jurídica do Ministério da Economia tinha dado aval para o início do pagamento, mas que a ala econômica da pasta tinha receio de que o descumprimento da regra de ouro, que proíbe a emissão de dívida pública para gastos correntes, prejudicasse o governo, mesmo com o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moraes, tendo autorizado os gastos extras.

Agência Brasil

ebs serviços

ebs serviços
aluguel de maquinas

MAX FERRO

MAX FERRO
SANTA CRUZ E SANTA FILOMENA

LABORATÓRIO DE ANÁLISES CLINICAS LABCENTER

LABORATÓRIO DE ANÁLISES CLINICAS LABCENTER
.

.

.
,