sábado, 6 de abril de 2019

Polícia diz que furto de drogas motivou assassinato de dois irmãos em Petrolina; adolescentes confessam como mataram vítimas e homem está foragido


Delegados Gabriel Sapucaia, Isabella Cabral e Magno Neves. (Foto: Alieny Silva/Blog do Carlos Britto)

A Polícia Civil (PC) detalhou as investigações que levaram à elucidação do assassinato de dois irmãos, em Petrolina. Em coletiva de imprensa, realizada na manhã desta sexta (5), os delegados Magno Neves e Gabriel Sapucaia explicaram que as mortes foram motivadas por um suposto furto de drogas. Os suspeitos de executar as vítimas são dois adolescentes, de 16 e 17 anos, que já foram apreendidos. Outro suspeito de envolvimento no caso já é considerado foragido. É Francieldo da Costa Brito, que está no regime semiaberto e já tem mandado de prisão.


Segundo o delegado Gabriel Sapucaia, os dois meninos – Gustavo Vitor Souza dos Santos, de 13 anos, e Manoel Carlos Souza dos Santos, de 10 – foram levados do bairro Cacheado e assassinados na sexta-feira (29/03), “muito embora o corpo de Manoel tenha sido encontrado na segunda-feira (1º/04)”. Gustavo foi encontrado próximo ao Pátio de Eventos Ana das Carrancas, zona oeste da cidade. Já o corpo de Manoel foi encontrado no N-9 do Perímetro Irrigado Senador Nilo Coelho, na zona rural da cidade.


O crime foi praticado por dois adolescentes e nós temos a participação de outros investigados. Com relação à morte do Gustavo, ele foi levado pelos dois adolescentes por meio de um veículo Gol, que foi apreendido. O menor foi agredido fisicamente e um dos adolescentes efetuou quatro disparos na cabeça do Gustavo. Imediatamente, eles retornaram ao bairro Cacheado, um permaneceu no bairro e o outro foi em direção a Emanoel e o levou no veículo para o N-9, onde efetuou dois disparos na cabeça dele”, explicou Sapucaia.


As investigações e a confissão dos adolescentes trazem a motivação por conta de drogas. Sobre os dois adolescentes suspeitos, acreditamos que eles são traficantes e disseram que tinham 75g de maconha e dois mil reais em cocaína. Os menores teriam furtado essa droga, sobretudo o Gustavo. Os dois adolescentes foram lá e ceifaram a vida dos meninos. O Manoel acabou sendo morto com o objetivo de ocultar o crime do Gustavo”, ressaltou o delegado Gabriel Sapucaia.


As investigações apontam que Gustavo foi torturado pelos adolescentes para poder confessar o furto e apontar onde estavam as drogas. “Gustavo foi torturado para poder confirmar que ele tinha subtraído aquela quantidade de drogas e revelar onde estava. As investigações continuam para saber se eles fazem parte de uma associação criminosa. O foco da empreitada delituosa era o Gustavo, pela suposta subtração de drogas. Os suspeitos moram no mesmo bairro da vítima”, explicou. A arma utilizada no crime – um revólver calibre 38 – não foi apreendida. Os adolescentes contaram que foram até à Ponte Presidente Dutra, no sábado (30), dia seguinte ao crime, e jogaram a arma no Rio São Francisco.


Foragido
Francieldo da Costa Brito está foragido. (Foto: Polícia Civil/Divulgação)

O delegado Magno Neves falou sobre o suspeito de envolvimento que está foragido. “Eles praticaram esse crime e contaram com uma pessoa maior, o qual identificamos e ele já tem mandado de prisão. O carro pertencia a ele e há um indicativo de que a droga também pertencia ao fugitivo, que está no semiaberto e tem várias passagens por tráfico e roubo. A gente acredita que essa droga seria dele e talvez esses adolescentes seriam vendedores. Por ter sido subtraída, sob o comando dele querendo saber o resultado, forçou os adolescentes e eles buscaram essa resposta ceifando a vida dos menores”, colocou Magno. “Francieldo vai responder por homicídio qualificado. Os adolescentes já estão internados no Senip. A polícia está atrás dele e a gente conta com a população para denunciar. Ele estava com tornozeleira eletrônica, mas ele deve ter cortado, porque nós estamos atrás dele desde ontem”, acrescentou o delegado.


Os adolescentes suspeitos vão responder por ato infracional análogo a homicídio. A PC terá 30 dias para concluir o inquérito e encaminhar ao Ministério Público de Pernambuco (MPPE).


Mãe


(Foto: Duda Oliveira/Blog do Carlos Britto)

Nenhum comentário:

ebs serviços

ebs serviços
aluguel de maquinas

MAX FERRO

MAX FERRO
SANTA CRUZ E SANTA FILOMENA

LABORATÓRIO DE ANÁLISES CLINICAS LABCENTER

LABORATÓRIO DE ANÁLISES CLINICAS LABCENTER
.

.

.
,