sábado, 2 de fevereiro de 2019

Na madrugada, Renan obteve no STF votação secreta no Senado

  
Dias Toffoli anula a sessão do Senado que decidiu pelo voto aberto para presidente, após MDB e Solidariedade recorrerem ao STF Votação foi marcada para este sábado (hora de Brasília)  às 11h
O Globo
Os partidos MDB e Solidariedade entraram, na madrugada deste sábado, com um pedido no Supremo Tribunal Federal (STF) para reverter o resultado da sessão desta sexta-feira, em que foi decidido que a eleição para presidente do Senado seria com voto aberto. Após análise do pedido, o ministro Dias Toffoli, presidente da Corte, aceitou a solicitação e decidiu por anular a sessão do Senado desta sexta-feira. A votação, remarcada para este sábado às 11h, agora terá de ser secreta.
Toffoli também decidiu que José Maranhão (MDB-PB), o senador mais velho da casa, com 85 anos, fosse o responsável por presidir a nova sessão. Maranhão é aliado de Renan Calheiros (MDB-AL), candidato considerado favorito em se tornar presidente do Senado.
No documento entregue o STF, os partidos reivindicaram a garantia do voto secreto, a anulação da votação que decidiu pelo voto aberto, e que candidatos à Presidência do Senado não presidam reuniões preparatórias, o que ocorreu no caso de Davi Alcolumbre (DEM-AP).


Nenhum comentário:

ebs serviços

ebs serviços
aluguel de maquinas

MAX FERRO

MAX FERRO
SANTA CRUZ E SANTA FILOMENA

LABORATÓRIO DE ANÁLISES CLINICAS LABCENTER

LABORATÓRIO DE ANÁLISES CLINICAS LABCENTER
.

.

.
,