segunda-feira, 8 de outubro de 2018

Promotor nega prisão de Marcílio Cavalcante e informa que prefeito testemunhou suposta compra de votos


O promotor do Ministério Público de Pernambuco (MPPE) em Cabrobó, Thiago Gonzales, negou que o prefeito Marcílio Cavalcante (MDB) tivesse sido preso por suposta compra de votos, como divulgado pela imprensa regional neste domingo (7). Em entrevista ao Programa Nossa Voz, da Grande Rio FM/Cabrobó, Gonzales disse que em nenhum momento Marcílio teria sido preso. O que aconteceu é que o prefeito, a exemplo dele, testemunhou um cidadão suspeito de tal prática, considerada crime eleitoral, e decidiu colaborar com a justiça.

O promotor ressaltou que Marcílio foi à 25ª Delegacia Seccional da Polícia Civil (PC) na cidade, mas na condição de testemunha. “O prefeito não foi preso nem responde a procedimento. Ele foi na condição de testemunha para colaborar com a justiça e o Ministério Público sobre o fato que ele e este promotor presenciaram”, frisou Gonzales.

Nenhum comentário:

FARMAHOPE

FARMAHOPE
2 MIL REAIS EM SORTEIOS DIA 29 DE DEZEMBRO DE 2018

ASPECTHO CALÇADOS

ASPECTHO CALÇADOS
.

POSTO JEAN

POSTO JEAN
COMPUSTIVEL DE QUALIDADE

ebs serviços

ebs serviços
aluguel de maquinas

MAX FERRO

MAX FERRO
SANTA CRUZ E SANTA FILOMENA

LABORATÓRIO DE ANÁLISES CLINICAS LABCENTER

LABORATÓRIO DE ANÁLISES CLINICAS LABCENTER
.

.

.
,