sexta-feira, 21 de setembro de 2018

HADDAD: 'MEDIDAS DE TEMER COLOCAM EM RISCO A SAÚDE SOCIAL DO BRASIL'


O candidato à presidência pelo PT Fernando Haddad disse, no debate entre presidenciáveis realizado pela TV Aparecida, que as "medidas de Temer colocam em risco a saúde social do Brasil. Temos que olhar para o povo, para quem falta creche, remédio, gás a preço justo, renda para terminar o mês. Se não olharmos para esse trabalhador, vamos colher frutos ruins"; o debate foi promovido pela Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB); Haddad reiterou as críticas às medidas de Temer (MDB) e apontou a participação direta do PSDB no projeto emedebista

Da Rede Brasil Atual - "Medidas de Temer colocam em risco a saúde social do Brasil. Temos que olhar para o povo, para quem falta creche, remédio, gás a preço justo, renda para terminar o mês. Se não olharmos para esse trabalhador, vamos colher frutos ruins", disse o candidato à presidência do PT, Fernando Haddad, em debate realizado hoje (20) na TV Aparecida, no interior paulista – o evento foi promovido pela Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB). Haddad criticou as medidas do presidente Michel Temer (MDB) e apontou a participação direta do PSDB no projeto emedebista.
O candidato representante direto de Temer, Henrique Meirelles (MDB), atacou os governos petistas em confronto direto com Haddad, que lembrou o fato de que Meirelles foi presidente do Banco Central durante o governo do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. "Considero a ingratidão um dos maiores pecados na política. Criamos 20 milhões de empregos em 12 anos, considerados os quatro anos de Dilma", afirmou.
Haddad voltou a falar sobre a entrevista do senador Tasso Jereissati (PSDB-CE), que admitiu que seu partido errou ao prejudicar o governo Dilma Rousseff, eleita em 2014 e cassada em 2016. "Após a reeleição da Dilma, o presidente do PSDB já admitiu que seu partido começou a sabotar o país contra suas convicções. Vamos recuperar a confiança dos investidores e do povo mais pobre. Temos que rever as medidas aprovadas pelo Meirelles durante o governo Temer. Precisamos voltar a ser felizes. A exclusão social que gera desigualdade e baixo desempenho da economia. Povo com dinheiro, a economia cresce", completou.

CLIQUE E VEJA NA INTEGRA

Nenhum comentário:

FARMAHOPE

FARMAHOPE
2 MIL REAIS EM SORTEIOS DIA 29 DE DEZEMBRO DE 2018

ASPECTHO CALÇADOS

ASPECTHO CALÇADOS
.

POSTO JEAN

POSTO JEAN
COMPUSTIVEL DE QUALIDADE

ebs serviços

ebs serviços
aluguel de maquinas

MAX FERRO

MAX FERRO
SANTA CRUZ E SANTA FILOMENA

LABORATÓRIO DE ANÁLISES CLINICAS LABCENTER

LABORATÓRIO DE ANÁLISES CLINICAS LABCENTER
.

.

.
,