sexta-feira, 27 de abril de 2018

Lideranças sindicais do PT não aceitam o retorno do partido à Frente Popular


O PT de Pernambuco está diante de um dilema. Ou lança candidato próprio ao governo estadual ou corre o risco de implosão. Caso lance candidato próprio, o partido sairá unido dessa fase pré-eleitoral. Suas decisões são tomadas por maioria de votos e quem não concordar cai fora do partido, que não aceita dissidências. 
O PT já aprovou resoluções pelo lançamento de candidato próprio. Mas, ainda assim, a ala liderada pelo senador Humberto Costa, que é seu maior líder em nível estadual, não dá o fato como consumado. Ainda admite o retorno à Frente popular em troca de uma vaga na sua chapa majoritária. Claro que não é uma coisa simples lançar uma chapa pra governador. É necessário também um vice e pelo menos um candidato a senador. E os quadros do PT estão escassos, sobretudo após a saída de João Paulo. Contudo, se esse é o desejo da maioria das bases, contrariá-las pode ser pior. 
O partido pode até perder a eleição, que é o mais provável no quadro de hoje. Mas preservará a sua unidade. Voltando à Frente Popular, a implosão será inevitável. Pois a vereadora Marília Arraes, o presidente da CUT, Carlos Veras e o presidente da Fetape, Doriel Barros, não sobem no palanque do governador de jeito nenhum.
Fogo Cruzado

Nenhum comentário:

ASPECTHO CALÇADOS

ASPECTHO CALÇADOS
.

PROMOÇÃO FARMAHOPE

PROMOÇÃO FARMAHOPE
SANTA CRUZ PE

POSTO JEAN

POSTO JEAN
COMPUSTIVEL DE QUALIDADE

ebs serviços

ebs serviços
aluguel de maquinas

MAX FERRO

MAX FERRO
SANTA CRUZ E SANTA FILOMENA

LABORATÓRIO DE ANÁLISES CLINICAS LABCENTER

LABORATÓRIO DE ANÁLISES CLINICAS LABCENTER
.

MEU OLHAR VALE MAIS DO QUE MIL PALAVRAS

MEU OLHAR VALE MAIS DO QUE MIL PALAVRAS
87 9965 4353

PROMOÇÃO REIS SUPERMERCADO E VITORIA AUTO SERVIÇO

PROMOÇÃO REIS SUPERMERCADO E VITORIA AUTO SERVIÇO
DORMENTES E AFRÂNIO PE