quarta-feira, 6 de dezembro de 2017

Surpresos vereadores classificam anúncio da candidatura de Odacy ao governo como atrasada e fruto de “forças externas” ao partido

 

Mesmo afirmando ser legítima a vontade do deputado estadual Odacy Amorim de se candidatar ao governo do estado pelo Partido dos Trabalhadores em Pernambuco, os colegas de sigla do petista na Câmara de Petrolina, vereadores Cristina Costa e Professor Gilmar Santos, parece estarem ainda digerindo a notícia que segundo Gilmar, só soube pela imprensa.

“Fiquei surpreso, até porque soube pela imprensa, quando o assunto deveria ter sido discutido num encontro do diretório municipal que é a instância oficial para as discussões partidárias. Mas reafirmo o direito do deputado Odacy Amorim colocar seu nome. mas também espero e muito que a democracia do PT seja respeitada”, disse.


Gilmar ressalta que Odacy é uma referência eleitoral na região e a militância cobrava seu nome para uma disputa à Câmara Federal. “Nos causou espanto essa apresentação (disputa ao governo), já que ele informou ao diretório que não colocaria seu nome para a câmara federal por não dispor de recursos e o partido não teria estrutura, por isso manteria sua posição a uma reeleição à Assembleia Legislativa. Agora coloca seu nome para uma disputa ao governo do estado que exige uma estrutura muito maior”, declarou Gilmar.

O vereador acredita ser essa uma decisão muito pessoal ou Odacy Amorim estaria prestando serviços a “forças externas ao PT. Se for, isso é um desserviço ao partido”, disparou o petista, lembrando essas “forças” podem vim do Palácio do Campo das Princesas. “Isso já aconteceu e foi ruim com o partido sendo bastante prejudicado”.

Gilmar Santos é defensor da pré-candidatura da vereadora do Recife, Marília Arraes mostra que o nome da petista vem tomando corpo e que na primeira pesquisa feita para a corrida eleitoral no estado ano que vem, ela obteve 10% de intenção de voto, mesmo sem ser oficializada na disputa.

“A pré-candidata Marília Arraes além de ter uma densidade eleitoral, tem política também. Na primeira pesquisa eleitoral mostra ela disputando em todos os cenários do segundo turno, enfrentando estruturas tradicionais como é o caso da candidatura do senador Fernando Bezerra Coelho que teve 2% de intenção de voto. Ela representa eleitoralmente e politicamente; o que não tem sido o caso do companheiro Odacy Amorim, ou seja, é atrasada essa apresentação do nome dele, dificulta para um entendimento. Esperamos que ele possa rever e que venha dá sua contribuição de uma outra maneira”, acrescentou o vereador.

Lembrado pelo Blog que historicamente o PT não fecha portas a pré-candidaturas, e em PE a única definição teria sido de candidatura própria sem nomes apresentados oficialmente, o professor concordou argumentou que o PT não fecha portas e isso o qualifica e diferencia dos outros partidos.

“A democracia do PT ao mesmo tempo que cria conflitos, é uma qualidade da legenda.É verdade que não temos um nome fechado, mas temos sim uma densidade suficiente da militância e de simpatizantes pelo nome da companheira Marília, por isso seria um equivoco não ter o nome dela referendado num encontro estadual do partido”, colocou Gilmar Santos.

Reunião
Também surpresa, mas reiterando que essa é uma discussão que será discutida nas instancias dos diretórios municipal e estadual do PT, a vereadora Cristina Costa é mais comedida nas colocações sobre a vontade de Odacy se lançar pré-candidato ao governo estadual e alerta que se essa sereia uma estratégia do parlamentar para deixar a legenda que ele lembrasse que entrou no PT pela porta da frente e se for querer sair, que sair pela mesma porta.

“Nós respeitamos. Ele como filiado tem direito a lançar seu nome. Vamos continuar ouvindo o posicionamento dele. É um diretório, é um partido que tem executiva e que nada a gente faz sozinho. É um conjunto de forças e vamos continuar discutindo no diretório como aprendemos com a nossa eterna deputada Isabel Cristina”, colocou a vereadora.

A reunião mensal da sigla seria no final da tarde de sábado, dia 2, mas conforme a vereadora, Odacy teria pedido para adiar para o domingo, 3, pois seria padrinho de um casamento em Rajada, sua terra natal, distrito de Petrolina. Mas no domingo nem todos os diretorianos podiam comparecer e o encontro foi confirmado para esta quinta, 7, a partir das 19h;

“Agendamos para a quinta, 19h, essa discussão para que ele possa se colocar, debater coletivamente, sozinho não fazemos nada. Sobre insatisfação no partido, se isso está acontecendo não passou pra mim e é surpresa para gente. A surpresa é também ter mais um candidato que é o deputado, mas vamos às plenárias. Participarei dia 17 da reunião da executiva estadual e o assunto será colocado também”, assinalou Cristina Costa.
Blog do Banana

Nenhum comentário:

DONKEY

DONKEY
A Marca do Jequinho

max ferro

max ferro
,

Aspectho Calçados

Aspectho Calçados
.

ebs serviços

ebs serviços
aluguel de maquinas

MEU OLHAR VALE MAIS DO QUE MIL PALAVRAS

MEU OLHAR VALE MAIS DO QUE MIL PALAVRAS
87 9965 4353