terça-feira, 14 de novembro de 2017

Saída de Bruno impacta sucessão

A saída do cargo do agora ex-ministro das Cidades, Bruno Araújo (PSDB), impacta diretamente a sucessão estadual de 2018 em Pernambuco.

 A notícia, confirmada ontem, mas que já era esperada na cena política há algum tempo, trouxe consigo uma reconfiguração da corrida eleitoral. O PSDB, partido presidido por Bruno no Estado, perdeu força com a desincompatibilização do deputado federal e pode, inclusive, ficar de fora da majoritária, em composições que passam por palanques do governo ou da oposição.


É unânime no meio político a tese de que uma coisa era se Bruno Araújo deixasse o ministério no prazo estipulado por lei (em abril de 2018); e outra foi ter saído ontem, após soltar uma carta de demissão em meio ao racho exposto no PSDB, tanto âmbito federal quanto no estadual. Dizem que o parlamentar se antecipou ao presidente Temer, que, pressionado pelo Centrão, já tinha decidido entregar o comando das Cidades a outra sigla.

O deputado federal, que, nos bastidores, era tido como candidato certo ao Senado, pode ter que contentar-se com a reeleição para a Câmara. A forma como se deu a sua saída fez o PSDB de Pernambuco perder força política e, consequentemente, dimensão para tentar cavar espaço em qualquer que seja a majoritária. O jogo agora é outro.

A Bruno Araújo, resta tentar solucionar o imbróglio que se tornou o tucanato em seu estado, depois que o deputado federal Daniel Coelho abandou a convenção da legenda porque não teve seu nome chancelado para a tesouraria. Esse é o primeiro passo para manter vivo o sonho majoritário do PSDB em 2018.

Magno

Nenhum comentário:

max ferro

max ferro
,

ebs serviços

ebs serviços
aluguel de maquinas

MEU OLHAR VALE MAIS DO QUE MIL PALAVRAS

MEU OLHAR VALE MAIS DO QUE MIL PALAVRAS
87 9965 4353