segunda-feira, 13 de novembro de 2017

Candidata é eliminada do Enem 2017 quando já fazia a prova por ter moedas no bolso: "transtornada"

A estudante Mayane Cecília, de 16 anos, foi eliminada do Enem neste domingo (12), quando já estava fazendo as provas do segundo dia do exame, por ter duas moedas no bolso. A moradora do Bairro José Walter, em Fortaleza, conta que pediu para ir ao banheiro, quando o detector de metais acionou.

"Na hora que passei na porta para sair o detector de metais pegou as moedas", lembra. "Não estou acreditando que fui eliminada por causa de duas moedas. Meu Deus do céu. Muita frustração para uma pessoa só. Passei ano estudando para ser elimanada por causa de duas moedas", lamenta.

A estudante conta que tentou argumentar com os fiscais para evitar a eliminação e chegou a passar mal, mas foi convencida e se retirou do local de prova.

O edital do Enem, no parágrafo 12.4, afirma que o participante "poderá ser submetido à revista eletrônica nos locais de provas, a qualquer momento, por meio do uso de detector de metais"; caso recuse, ele será eliminado.

O edital cita também que resulta em eliminação "portar dispositivos eletrônicos, tais como: máquinas calculadoras, agendas, eletrônicas ou similares, telefones celulares, smartphones, tablets, iPods, pen drives, mp3 ou similar, gravadores, relógios, alarmes de qualquer espécie, chaves, fones de ouvido ou qualquer transmissor, gravador ou receptor de dados, imagens, vídeos e mensagens."

O G1 procurou o Inep, responsável pela aplicação da prova, e aguarda resposta.

Segundo dia de provas

Passou a redação e a prova de ciências humanas. Agora é a vez da prova de ciências exatas do Enem 2017, que pela primeira vez é aplicado em dois domingos. Dos 6.731.344 inscritos, 2.033.590, o equivalente a 30,2%, faltaram no primeiro dia.

Estes até podem participaram da prova deste domingo (12), se cumprirem os requisitos, mas não terão pontuação suficiente para participar de programas do governo federal ou disputar vagas na universidade.

O Enem é a principal forma de acesso para vagas na rede pública de ensino superior, passando até mesmo a ser aceito pela Universidade de São Paulo (USP) e em 27 instituições de Portugal. Para o Ministério da Educação (MEC), é a segunda maior prova do tipo no mundo, só perdendo para o gao kao, prova de admissão ao ensino superior da China, com 9 milhões de candidatos.
G1 (Rep. Portal Serrita)

Nenhum comentário:

max ferro

max ferro
,

ebs serviços

ebs serviços
aluguel de maquinas

MEU OLHAR VALE MAIS DO QUE MIL PALAVRAS

MEU OLHAR VALE MAIS DO QUE MIL PALAVRAS
87 9965 4353