terça-feira, 7 de novembro de 2017

Aprenda a identificar sinais de que o combustível pode ter sido adulterado


Mesmo com um longo projeto de fiscalização nos postos que oferecem combustíveis, há grandes irregularidades que podem acabar pesando para o bolso do consumidor, que acredita estar adquirindo um produto de qualidade. Por este motivo, é de grande importância saber como identificar as alterações nos combustíveis e garantir seus direitos. Confira aqui as alterações mais comuns feitas e como se proteger de fraudes.
 

Diesel:

Este óleo deve possuir uma aparência limpa e livre de qualquer tipo de impurezas ou resíduos. Também há a quantidade de enxofre que irá variar de acordo com o diesel. O S-10 possui 10 parcelas por milhão de enxofre, enquanto o S-500 possui 500 partes.

Gasolina:

Este combustível permite a adição de até 27% de etanol anidro, ao passo que a gasolina premium permite 25%. No entanto, é muito comum que o componente seja adicionado em quantidades maiores que o permitido, a fim de baratear o produto para quem fornece e comercializar com um preço maior. Além disso, alguns locais acabam adicionando solventes.

Etanol:

Uma das alterações mais comuns feitas neste produto é a adição do etanol anidro, utilizado na gasolina, com o etanol hidratado, sendo que o que deve ser comercializado é apenas o etanol hidratado. Em casos piores, é comum ser feita uma mistura de água com o etanol anidro, deixando o etanol hidratado completamente de fora.

Mas como se prevenir?

O primeiro passo a ser tomado é ter uma noção do preço desses combustíveis. Sendo possível a consulta em sites, mantenha-se atualizado sobre esses valores e desconfie de locais que estão comercializando os produtos com um preço abaixo da média.

Nenhum comentário:

max ferro

max ferro
,

ebs serviços

ebs serviços
aluguel de maquinas

MEU OLHAR VALE MAIS DO QUE MIL PALAVRAS

MEU OLHAR VALE MAIS DO QUE MIL PALAVRAS
87 9965 4353