parceiros

blogs

sexta-feira, 1 de setembro de 2017

Alunos das escolas municipais de Juazeiro produzem o primeiro Jornal Escolar



Alunos de 14 escolas da Rede Municipal de Ensino de Juazeiro produziram a primeira edição do Jornal Escolar, das turmas do Programa Acelera Brasil, uma parceria da Secretaria de Educação e Juventude (SEDUC) e do Instituto Ayrton Senna (IAS).

Os jornais abordam atividades desenvolvidas em cada escola, com poesias, artigos de opinião, entrevistas, todos os textos produzidos pelos alunos do programa, onde os professores e mediadores da equipe de correção de fluxo orientam passo a passo a produção.
De acordo com a agente técnica do IAS, Celi Lutz, a parceria do Instituto com a Prefeitura de Juazeiro tem sido muito importante e vem trazendo excelente resultados.


“O grande objetivo do Jornal Escolar é desenvolver habilidades da escrita e leitura, o trabalho em equipe e a criatividade, além de estimular as crianças a analisar e formar sua própria opinião. Hoje nós acompanhamos a entrega do informativo, e percebemos a alegria dos alunos em lerem um jornal que foi produzido por eles e que será distribuído na escola. Eles passam a acreditar cada vez mais no potencial”, avaliou Celi.

“Investir na capacidade leitora e escritora dos alunos repetentes ou multirrepetentes, cria em nós, a expectativa de grande evolução no desenvolvimento escolar deles, ao mesmo tempo em que se desenvolvem competências sócioemocionais como a colaboração, a capacidade de análise, o pensamento crítico, a capacidade de comunicação, entre outras habilidades”, ressaltou a secretária de Educação, Lucinete Alves.

A turma do Acelera Brasil da escola Carmem Costa, no bairro Alto da Aliança, recebeu nesta quinta-feira (31), a primeira edição do ‘Jornal Popular Acelerando’, nome escolhido pelos alunos. Ana Grazielle ficou entusiasmada quando viu o seu texto publicado na primeira página do informativo. “O jornal ficou lindo, foi bom ver o texto que escrevi sobre a minha sala de aula na capa, os desenhos dos meus colegas e a foto da turma. Aprendi muito fazendo esse jornal”, disse a aluna.

“Nós orientamos o passo a passo na produção de cada texto até a diagramação. Este foi o primeiro a ser impresso, com 100 exemplares, mas já começamos a preparar a 2ª e 3ª edição. Temos percebido uma melhoria significativa na escrita e na leitura dos alunos, e também eles estão se sentindo mais confiantes. O jornal veio para contribuir com aprendizagem da turma”, avaliou a professora Rosenilva de Souza.

O Jornal Escolar é desenvolvido também em parceria com a ONG Comunicação e Cultura. “Essa ferramenta permite que a produção de texto da criança não fique pressa ao caderno e as avaliações. Escrever ganha um significado novo, gerando um interesse maior dos alunos pela escrita e leitura”, ressaltou o coordenador do Jornal, Daniel Raviolo.

Antes de visitar as turmas das escolas de Juazeiro, que estão produzindo o informativo, ele realizou uma formação com as mediadoras do Acelera Brasil, na EFEJ, em Juazeiro. “A formação foi positiva, o Daniel tirou várias dúvidas sobre como produzirmos melhor as duas próximas edições do jornal, com orientações mais detalhadas para que os professores e os mediadores possam contribuir mais, junto aos alunos”, concluiu a mediadora Shirlei Alves.

Nenhum comentário:

max ferro

max ferro
,

ebs serviços

ebs serviços
aluguel de maquinas

MEU OLHAR VALE MAIS DO QUE MIL PALAVRAS

MEU OLHAR VALE MAIS DO QUE MIL PALAVRAS
87 9965 4353