terça-feira, 15 de agosto de 2017

Univasf instala pontos de coleta de óleo de cozinha nos campi de Petrolina e Juazeiro


Os pontos de coleta de óleo de cozinha estão localizados nos RUs e nos prédios de salas de aula. 
João Pedro Ramalho

Ao preparar um bife para o almoço, fazer uma pipoca para o lanche da tarde ou fritar pastéis para uma festa costuma-se utilizar o mesmo ingrediente: o óleo de cozinha. Porém, nem sempre a destinação desse ingrediente após o uso é feita de maneira adequada. O descarte nos ralos pode entupir encanamentos e poluir os cursos de água, enquanto o despejo no solo contamina o local e causa danos às plantas. Para incentivar uma destinação adequada desse material, a Universidade Federal do Vale do São Francisco (Univasf) passa a contar com seis pontos de coleta de óleo de cozinha instalados nos campi Ciências Agrárias (CCA) e Sede, em Petrolina (PE), e no Campus Juazeiro (BA). Nesses dois últimos, a instalação foi feita nas últimas terça (8) e quinta-feira (10), respectivamente.


A iniciativa é da Diretoria de Desenvolvimento Institucional (DDI), vinculada à Pró-Reitoria de Planejamento e Desenvolvimento Institucional (Propladi) da Univasf, e integra as ações do programa Univasf Sustentável. Os pontos de coleta de óleo, identificáveis por meio de um banner e um contêiner, estão localizados nos prédios de salas de aula e nos Restaurantes Universitários (RUs) dos três campi. Para realizar o descarte, recomenda-se depositar o material em garrafas PET.

As garrafas depositadas na Univasf serão recolhidas pela Cooperativa de Catadores de Materiais Recicláveis de Petrolina (Coomarca), com periodicidade quinzenal. A Cooperativa irá aproveitar o óleo de cozinha para a produção e venda de sabão e detergente. De acordo com o coordenador da DDI e professor do Colegiado de Engenharia Agrícola e Ambiental da Univasf, Clóvis Ramos, a Coomarca também planeja produzir biodiesel a partir desse óleo. Esse projeto, entretanto, ainda necessita de maior estrutura para ser realizado.

A ideia da instalação dos pontos de coleta de óleo de cozinha surgiu em 2012, após a elaboração do Plano de Gestão de Logística Sustentável da Univasf (PLS). Sua viabilização, porém, somente ocorreu graças ao Termo de Cooperação Técnica assinado em 2015 entre a Universidade, a ONG Ecovale do São Francisco, a Coomarca e a Cooperativa dos Catadores de Petrolina Renascer, acerca do Projeto de Coleta Seletiva Solidária, que promove a reciclagem de resíduos sólidos.

Através dessa parceria previamente firmada, a Univasf pôde promover o descarte adequado do óleo de cozinha. Os primeiros pontos foram instalados no CCA, em maio desse ano, em uma ação da DDI junto à disciplina de Agroecologia do Colegiado de Engenharia Agronômica. Os campi Paulo Afonso, Senhor do Bonfim e Serra da Capivara da Univasf ainda não possuem os pontos de coleta, mas deverão recebê-los juntamente com a coleta seletiva, assim que a DDI articular novas parcerias com cooperativas locais.

Para Clóvis Ramos, os pontos da coleta e reciclagem do óleo residencial são importantes por permitirem à população o conhecimento de que esse material terá um tratamento adequado. “Isso mostra que a Univasf está preocupada com a sustentabilidade não só dentro da Universidade, mas também com a comunidade na qual ela está inserida”, afirma o coordenador da DDI.(Univasf)

Nenhum comentário:

max ferro

max ferro
,

ebs serviços

ebs serviços
aluguel de maquinas

MEU OLHAR VALE MAIS DO QUE MIL PALAVRAS

MEU OLHAR VALE MAIS DO QUE MIL PALAVRAS
87 9965 4353