parceiros

lucas

lucas
.

blogs

sábado, 26 de agosto de 2017

Taxa extra da conta de luz cai em setembro com bandeira amarela



A bandeira para o mês de setembro será amarela, com acréscimo de R$ 2 a cada 100 quilowatts/hora consumidos(kWh). No mês de agosto, predominou a bandeira vermelha, quando foi cobrado R$ 3 para a cada 100 kWh consumidos. O fator que determinou a mudança foi a melhora das condições hidrológicas nas regiões Sul e Sudeste.

Segundo o relatório do Programa Mensal de Operação (PMO) do Operador Nacional do Sistema (ONS), o valor da usina térmica mais cara em operação é de R$ 411,92/MWh, o que determinou a redução da bandeira vermelha para a amarela.


O sistema de bandeiras tarifárias sinaliza o custo real da energia gerada, incentivando os consumidores a utilizarem a energia de forma consciente. A bandeira tarifária não é um custo extra na conta de luz: é uma forma diferente de apresentar um valor que já está na conta de energia, mas que geralmente passa despercebido, de acordo com a Agência Nacional do Setor Elétrico (Aneel).

As bandeiras sinalizam, mês a mês, o custo de geração da energia elétrica que será cobrada dos consumidores. Não existe, portanto, um novo custo, mas um sinal de preço que sinaliza para o consumidor o custo real da geração no momento em que ele está consumindo a energia, dando a oportunidade de adaptar seu consumo, se assim desejar.

O funcionamento das bandeiras tarifárias é simples: as cores verde, amarela ou vermelha (nos patamares 1 e 2) indicam se a energia custará mais ou menos em função das condições de geração de eletricidade.


(Reprodução Edenevaldo)

Nenhum comentário:

max ferro

max ferro
,

ebs serviços

ebs serviços
aluguel de maquinas

MEU OLHAR VALE MAIS DO QUE MIL PALAVRAS

MEU OLHAR VALE MAIS DO QUE MIL PALAVRAS
87 9965 4353