quarta-feira, 19 de julho de 2017

“Vamos trabalhar até o dia que tiver água”, declara presidente da Associação das Barquinhas no Vale do São Francisco





Após decisão da diretoria colegiada da Agência Nacional de Águas (ANA) de reduzir imediatamente vazão do rio São Francisco publicada, nesta terça-feira (18), no Diário Oficial da União (DOU). O presidente da Associação das Barquinhas, Luis Raimundo Pereira, informou que ainda não sabe como ficará a situação das barquinhas que fazem a travessia entre as cidades de Petrolina e Juazeiro.

“Vamos trabalhar até o dia que tiver água e continuar esperando que Deus mande chuva.”, comentou. Segundo ele, a previsão é que o Lago de Sobradinho chegue no volume morto em novembro.


De acordo com o texto publicado ontem, a decisão deverá ser aplicada uma vazão média diária de 550 metros cúbicos por segundo (m³/s) e instantânea, de até 523 m³/s. A medida determina que a Companhia Hidrelétrica do São Francisco (Chesf), responsável pela regulação dos reservatórios de Sobradinho, na Bahia e de Xingó, entre Alagoas e Sergipe, deverá apresentar relatório com descrição dos resultados observados, num prazo máximo de dez dias.

É importante lembrar que mesmo antes dessa decisão da ANA, algumas barquinhas já ficaram encalhadas no rio devido ao baixo volume de água.

(Inf. Edenevaldo Alves)

Nenhum comentário:

FARMAHOPE

FARMAHOPE
2 MIL REAIS EM SORTEIOS DIA 29 DE DEZEMBRO DE 2018

ASPECTHO CALÇADOS

ASPECTHO CALÇADOS
.

POSTO JEAN

POSTO JEAN
COMPUSTIVEL DE QUALIDADE

ebs serviços

ebs serviços
aluguel de maquinas

MAX FERRO

MAX FERRO
SANTA CRUZ E SANTA FILOMENA

LABORATÓRIO DE ANÁLISES CLINICAS LABCENTER

LABORATÓRIO DE ANÁLISES CLINICAS LABCENTER
.

.

.
,