sexta-feira, 2 de junho de 2017

População reclama que há imposto demais e retorno zero


Brasileiro já contribuiu no ano com quase R$ 3 trilhões em impostos
Foto: Reprodução / TV Gazeta
A alta carga tributária ainda assusta e incomoda o contribuinte. O problema, para muita gente, não é simplesmente pagar os impostos e sim ter dificuldades de ver esses recursos aplicados no desenvolvimento humano e na proteção social.

São queixas sobre como os sistemas de educação, de saúde e de segurança no Brasil são falhos. Uma incoerência diante do ranking em que coloca o país na lista das nações que mais cobram impostos de sua população.

Hoje, o brasileiro trabalha mais de 150 dias por ano para pagar essas obrigações. E até esta quinta, quando se comemorou o Dia da Liberdade de Impostos, a população já havia contribuído com R$ 917 bilhões, segundo o Impostômetro, que deve alcançar nos próximos dias a marca de R$ 1 trilhão.

 
Inconformados com esse cenário, durante reportagem sobre o tema, exibida pelo ESTV 1º Edição, mais de 200 expectadores enviaram comentários sobre sua insatisfação, pelo aplicativo da TV Gazeta (Confira abaixo algumas opiniões).

Para esses contribuintes, o percentual cobrado da população é abusivo, principalmente por um setor que está envolvido em vários casos de corrupção, e ainda não revertido em melhorias dos serviços. É “imposto demais e retorno zero”, como resumiu Adilson Moulaes, morador de Vila Velha.

As opiniões
“Acharia justo se o recurso fosse usado na saúde, educação e segurança. Como não acontece, fica complicado aceitar tantos tributos”
 Sirlene Siller, Cariacica

“É só olhar o Impostômetro na Reta da Penha que você vai ter a sensação exata do que é ser assaltado”
Graziela Bagalho, Vitória

“Trabalhamos muito, pagamos um imposto absurdo, mas não recebemos nem metade do que deveríamos receber do governo”
Fernando Augusto, Guarapari

“O cidadão brasileiro sustenta (pelos impostos) a corrupção do governo vergonhoso!”
Rodrigo Matos, Vitória

“Acho um absurdo. Imposto teria que ser uma taxa insignificante!!!”
Terezinha Lorenzoni, Domingos Martins

“Isso é um assalto à mão armada”
Rubinho Pontual, Cariacica

“Impostos de Noruega e serviços de terceiro mundo, subdesenvolvidos”
Claudio Endlich, Vila Velha

“A carga tributária é alta, mas o pior é não vermos o retorno dos impostos absurdos que pagamos”
Anderson Luiz do Rozário, Serra

“São exorbitantes por não serem convertidos à melhoria da sociedade”
Patrick Trivilin, Cariacica

“Desafio a encontrarem um cidadão não envolvido em corrupção que apoie a tributação e o retorno que temos em nosso país”
Everton Thiago, Cariacica

“Acho um absurdo. Tudo muito caro”
Vanusa Carvalho Brioli, Vila Velha

“Impostos demais e retorno zero...”
Adilson Moulaes, Vila Velha

“Eu acho justa a cobrança de impostos, mas infelizmente o dinheiro não é utilizado da forma correta pelo governo”
Douglas Oliveira, Serra

“Se os impostos fossem para onde deveriam ir, a população não reclamaria, mas como é para pagar regalias de políticos, é um absurdo tanto imposto”
Jonathan Luiz Gomes, Serra

“Absurdamente alta, e a maioria é desviada, roubada, desperdiçada, e não atinge 10% do que realmente se dedica”
Robson de Souza Pires, Guarapari

“O principal problema não é carga tributária, é a injustiça tributária onde, proporcionalmente, os mais pobres pagam mais impostos, e as grandes empresas pagam menos impostos”
Max Gama, Serra

“É a maior carga tributária do mundo, e ainda assim vivemos com o sistema público se arrastando! Não seria mais viável diminuir a quantidade de políticos e seus gastos mensais exorbitantes?”
Bruno Nichio, Vitória

Nenhum comentário:

max ferro

max ferro
,

ebs serviços

ebs serviços
aluguel de maquinas

MEU OLHAR VALE MAIS DO QUE MIL PALAVRAS

MEU OLHAR VALE MAIS DO QUE MIL PALAVRAS
87 9965 4353