(Foto: Lucas Sá/DDF João Pessoa)
A Polícia Civil localizou e prendeu dois irmãos apontados como líderes da quadrilha suspeita de fraudar pelo menos 40 concursos públicos em seis estados do Nordeste. As informações foram divulgadas nesta segunda-feira (8). De acordo com a polícia, o esquema fraudulento teria beneficiado 400 pessoas, através do pagamento de R$ 12 milhões à quadrilha desde 2005.

Segundo o delegado Lucas Sá, os irmãos Flávio Nascimento Borges, de 34 anos, e Vicente Fabrício Borges, de 32 anos, foram presos em uma casa localizada em um condomínio de luxo, em João Pessoa, e ocupada pela dupla há pelo menos dois meses.

A dupla ainda seria responsável por uma empresa de fachada situada na cidade de Santa Rita, em João Pessoa. De acordo com o delegado, a empresa seria utilizada para possível lavagem de dinheiro dos valores obtidos com o esquema.

“No endereço cadastrado como sendo da empresa, não existe nenhuma referência ao prédio, sendo que sequer existe o número do prédio apontado como sendo endereço”, explica.

As fraudes aconteceram em concursos nos estados da Paraíba, Pernambuco, Alagoas, Rio Grande do Norte, Sergipe e Piauí. A venda do “kit completo” de aprovação, que incluía facilitação de empréstimo para pagar ‘aprovação’, gabaritos e diplomas para ingresso no cargo, custava cerca de R$ 150 mil para cada concurseiro.

Concursos que teriam sido fraudados pelo grupo:

2005 – Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU)
2006 – Câmara Municipal de João Pessoa – Funiversa
2008 – Polícia Militar da Paraíba – UEPC/Comvest
2008 – Fundac/PB – Cespe
2009 – Polícia Civil do Rio Grande do Norte – Cespe
2010 – Guarda Municipal de Cabedelo – IBFC
2010 – Detran/RN – Fundação Getúlio Vargas
2011 – Concurso da Coperve – IFPB
2012 – Guarda Municipal de Bayeux – Contemax Consultoria
2012 – Guarda Municipal de João Pessoa – IBFC
2012 – Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Alagoas
2012 – Prefeitura Municipal de Santa Rita – Asperhs
2012 – Universidade Federal de Alagoas (UFAL) – Fundepes
2013 – Oficial do Corpo de Bombeiros da Paraíba – CPCON/UEPB
2013 – Assembleia Legislativa da Paraíba – Fundação Carlos Chagas
2013 – Detran/PB – Funcab
2013 – Departamento Penitenciário Nacional – Cespe
2013 – Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Paraíba – IFPB
2014 – Corpo de Bombeiros da Paraíba – IBFC
2014 – Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) – CPCon
2014 – CFO Polícia Militar da Paraíba – Funape
2014 – Concurso Conab1
2014 – Concurso de agente da Polícia Federal – Cespe
2014 – Polícia Rodoviária Federal – Cespe
2014 – Câmara Municipal de Cabo de Santo Agostinho
2014 – Tribunal Regional do Trabalho 13ª Região – Fundação Carlos Chagas
2015 – Ministério Público da Paraíba – Fundação Carlos Chagas
2015 – Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Paraíba – IFPB
2015 – Prefeitura Municipal de Campina Grande – CPCON/UEPB
2015 – Tribunal Regional Eleitoral de Sergipe – Fundação Carlos Chagas
2016 – Prefeitura Municipal de João Pessoa – Quadrix
2016 – Prefeitura Municipal do Conde – Advise
2016 – Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba – Fundação Carlos Chagas
2016 – Prefeitura Municipal de Alhandra – Educa – Assessoria Educacional
2016 – Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) – Fundação Getúlio Vargas
2016 – Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) – Covest
2016 – Concurso Contemax
2016 – Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh) – Instituto AOCP
2016 – Universidade Federal Rural de Pernambuco – UFRPE
2017 – Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN) – Comperve/RN
Com informações do G1
Inf. Waldiney Passos