parceiros

lucas

lucas
.

blogs

terça-feira, 23 de maio de 2017

Em apenas dois meses, nível de oxigênio na água do rio São Francisco aumentou mais de 500% na orla de Petrolina


Um estudo realizado pela Agência Municipal do Meio Ambiente (AMMA), em parceria com a Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (CODEVASF) e o Instituto Federal de Ciência, Tecnologia e Educação do Sertão Pernambucano (IF Sertão-PE), diagnosticou na semana passada que a qualidade da água do rio São Francisco na orla de Petrolina está melhor, graças ao trabalho desenvolvido pela prefeitura no projeto Orla Nossa, que atua na revitalização do Velho Chico.

Com a eliminação de pontos de esgoto que caíam no rio, pela Secretaria de Infraestrutura, Habitação e Mobilidade (SEINFRAHM) em parceria com a Compesa, e a remoção de boa parte das baronesas acumuladas às margens do São Francisco, o oxigênio diluído na água passou de 1,3 mg/L para 8,1 mg/L. Um aumento significativo que ultrapassa os 500% e que supera o recomendado pelo Conselho Nacional do Meio Ambiente (CONAMA) para um corpo de água doce de classe 1 que é 6,0 mg/L. Além disso, também houve avanço em outros aspectos da água, como turbidez, transparência, pH, salinidade, além da presença de nitratos provenientes de esgoto.

De acordo com o Gerente de Projetos da AMMA, Victor Flores, esses indicadores revelam que mesmo em pouco tempo, o trabalho de recuperação do rio está dando certo. “Nós ficamos muito felizes com os resultados dos estudos que são monitorados desde janeiro. Isso mostra a importância do que estamos fazendo e ao mesmo tempo reforça o compromisso assumido pelo prefeito Miguel Coelho para que, finalmente, o poder público possa tratar o rio São Francisco como ele merece. Ainda há muito a ser feito e o trabalho deve e precisa continuar com a mesma força que teve até agora”, destaca Flores.

PEIXAMENTO
Outro ponto positivo do resultado do estudo da qualidade da água do São Francisco é que agora os ambientalistas da CODEVASF têm a segurança científica para poder realizar um peixamento no rio. A ação está marcada para 05 de junho, data em que se comemora o Dia Mundial do Meio Ambiente, e será mais um marco da recuperação do Velho Chico, já que 20 mil alevinos da espécie nativa Piau vão voltar a povoar o rio nas margens de Petrolina.

Nenhum comentário:

max ferro

max ferro
,

ebs serviços

ebs serviços
aluguel de maquinas

MEU OLHAR VALE MAIS DO QUE MIL PALAVRAS

MEU OLHAR VALE MAIS DO QUE MIL PALAVRAS
87 9965 4353