domingo, 16 de abril de 2017

Páscoa da Ressurreição do Senhor e nossa


 
CHEGOU A DATA mais importante do calendário cristão. É o dia de celebrar O Dia do Sacrifício Redentor de Nosso Senhor Jesus Cristo pela salvação de nossas almas! É o dia da Consumação das Sagradas Escrituras; dia do cumprimento do Plano divino de Salvação; dia em que ganhamos, de presente, por Amor e por Graça, a Vida eterna.

É triste observar a postura de certos católicos que vivem numa certa monotonia, que celebram seus momentos e datas mais importantes sem compreensão, sem verdadeira entrega e sem entrar no Espírito da celebração. Estamos entrando no momento máximo da História da Igreja, quando ela inteira (nós) renova sua espiritualidade e sua fé. Após a santa Semana, que começou contemplativa, seguiu introspectiva e se encerrou em grande festa, podemos enfim entoar, abrasados de santo Amor, com nossa almas repletas de devoção e gratidão: Glória!


Na expectativa do Domingo da Páscoa e da Ressurreição do Senhor, vivemos quarenta dias de contrição, interiorização, abstinências e penitência, para comemorar enfim a grande Vitória sobre o pecado e a morte. Vencendo as forças das trevas, Jesus ressurge triunfal, para nos garantir a vida eterna! Antes do momento de celebrar nossa imensa alegria de sermos cristãos, por sermos católicos e por termos sido feitos filhos de Deus, tivemos que reviver a Paixão e pavorosa Morte do Senhor , mas, agora, afinal, refulge a Luz!


Luz que irrompe na escuridão, Luz que vence todas as mortes, que ilumina todos os caminhos. Na beleza de uma igreja às escuras, na celebração do Sábado Santo, na Vigília Pascal que começa do lado de fora, com a Benção do Fogo e o acender do Círio Pascal. Sua luz passa de vela em vela, pelas mãos dos irmãos de fé. Afinal, depois do longo período de recolhimento da Quaresma, a Igreja toda se ilumina! É chegada a hora de celebrar a Ressurreição e a Vida!



O Círio Pascal está aceso! Chegou o tempo da alegria, de cantar Glórias e Aleluias, de nos sentirmos vivos e felizes, de entender que fomos feitos filhos e filhas de Deus, que a morte foi vencida para sempre e que todo o sofrimento da Cruz, juntamente com todas as nossas dificuldades, tiveram e têm um propósito maior. Propósito que na aurora deste dia se cumpriu plenamente!
A Homilia da noite do "Sábado de Aleluia" é sempre carregada de sentido, de verdade e de esperança. Diz que Jesus nos precedeu no Céu, que foi à nossa frente... E que nós temos que ser como as pessoas daquela primeira hora da manhã da Páscoa, primeiro dia da semana, o Domingo da Ressurreição do Senhor. Deus é o Senhor do impossível! Afinal, podemos nos saciar da mais pura e exultante Alegria, diretamente nas Fontes da Salvação! Luz da Luz, iluminai nossos caminhos! É festa! O Senhor Ressuscitou! ALELUIA!
Segue tradução de alguns pontos:

Regina caeli laetare, Alleluia, (Rainha do Céu, alegrai-vos, Aleluia)
Quia quem meruisti portare, Alleluia, (Porque aquele que merecestes trazer no seio, Aleluia)
Resurrexit sicut dixit, Alleluia.(Ressucitou como disse, Aleluia)
Ora pro nobis Deum. Alleluia. (Rogai por nós a Deus, Aleluia)

Excerto, retirado do hino mariano "Regina Coeli" (Rainha do Céu), faltando o trecho abaixo:

Gaude et laetáre, Virgo Maria, Alleluia. (Exultai e alegrai-Vos, ó Virgem Maria, Aleluia)
Quia surréxit Dóminus vere, Alleluia (Pois o Senhor ressuscitou verdadeiramente, Aleluia.

O hino substitui o Angelus durante o Tempo Pascal.

Quanto a "....Houve um tempo em que as Santas Missas só podiam ser celebradas em Latim...."; esse "tempo" é "agora". Dúvidas quanto aos locais de celebração, consultar o link que segue:

http://www.missatridentina.com.br/index.php/locais-de-missa-sp-635210905

Marcos.

Nenhum comentário:

max ferro

max ferro
,

ebs serviços

ebs serviços
aluguel de maquinas

MEU OLHAR VALE MAIS DO QUE MIL PALAVRAS

MEU OLHAR VALE MAIS DO QUE MIL PALAVRAS
87 9965 4353