(Foto: ASCOM)
A Secretaria de Saúde de Petrolina rebateu as afirmações do coordenador/supervisor do Programa de Residência de Medicina de Família e Comunidade da Univasf (PRMFC-Univasf), Flávio Arcângelis, sobre a possibilidade das unidades de saúde do município perderem 25 médicos. Pelo contrário, a nova proposta da secretaria apresenta um aumento na quantidade de médicos residentes .

Além disso, os profissionais serão devidamente acompanhados pelos médicos-preceptores, que são os responsáveis pelos médicos que estão em fase de especialização. De acordo com a secretaria, a proposta foi apresentada durante a reunião com o reitor da Univasf, Julianelli Tolentino, nessa quinta-feira (27). O termo será formalizado para dar continuidade à ampliação da parceria.

A secretária Magnilde Albuquerque ressaltou a importância do programa para o município e reafirmou a continuidade da parceria. “Nessa reunião, foram discutidas as peculiaridades do programa, reforçando que o município tem todo o interesse em continuar com a residência médica, já que, compreendemos que com a qualificação profissional a população é beneficiada. A reunião foi muito proveitosa e, mais uma vez, foi ratificada a grande parceria entre a universidade e a Secretaria de Saúde”, afirmou.

Confira o texto
Ao contrário do que foi divulgado na imprensa, a Secretaria de Saúde de Petrolina reafirmou, durante reunião na tarde de ontem (27), a parceria com o Programa de Residência de Medicina de Família e Comunidade (PRMFC) da Universidade Federal do Vale do São Francisco (Univasf).

A nova proposta aumenta o número de residentes de 16 para 25, dando nova oportunidade de capacitação aos profissionais e ampliando o atendimento médico, qualificado e voltado para o modelo de saúde da família, nas unidades de saúde.

A reunião contou com a presença do reitor da universidade, Julianelli Tolentino; da secretária municipal de Saúde, Magnilde Albuquerque, além dos representantes das procuradorias do município, da Univasf e da residência médica, que agora irão formalizar o novo termo que amplia a parceria.