(Foto: Cláudia Ferreira/G1)
O Governador Paulo Câmara lançou, nesta quarta-feira (21), o programa de mapeamento digital Pernambuco Tridimensional (PE3D), no Palácio do Campo das Princesas, sede do governo do estado, no Centro do Recife. A iniciativa pretende ajudar na concepção de projetos hídricos e intervenções urbanísticas, entre outros empreendimentos.

Em 2014 foi iniciada uma varredura a laser de todo o território pernambucano que permitiu, segundo o governo, o estudo topográfico e a captação de diversas informações do revelo do estado. A ideia surgiu após as enchentes de 2010, que destruíram cidades da Mata Sul e do Agreste de Pernambucano. O investimento foi de R$ 21,5 milhões do Banco Mundial (BIRD).

O secretário executivo de Recursos Hídricos, Almir Cirilo, apresentou o projeto. Ele explicou que esses dados vão estar em breve na internet, disponíveis para consulta. “Para fazer uma estrada, um canal, uma rede de esgoto e de água, pavimentação de ruas, drenagem, ou instalar um empreendimento rodoviário, comercial ou industrial, você tem que conhecer o terreno. Agora essas informações vão estar na internet, as pessoas vão poder baixar. Não vai ser mais necessário contratar estudos cartográficos”, garantiu Cirilo.

Segundo ele, falta pouco para essas informações poderem ser consultadas pelo público em geral. “O relevo está pronto. Nós já estamos usando a ferramenta internamente, na Compesa [Companhia Pernambucana de Saneamento]. Nós só precisamos da certificação do Instituto de Tecnologia de Pernambuco (Itep) para disponibilizar na internet”, esclareceu.

Na solenidade, o governador assinou um termo de compromisso para validação dos dados topográficos coletados. “Todo mundo vai ter acesso a esse conhecimento. Todos que querem ajudar Pernambuco, investir no nosso estado, continuar gerando emprego e renda”, destacou Paulo Câmara.

O secretário de Desenvolvimento Econômico do estado, Thiago Norões, ressaltou que esta é uma iniciativa pioneira no Brasil. “Nenhum outro estado tem um mapeamento total de seu território disponibilizado na Internet para todos. É uma ferramenta que tem a ver com planejamento, olhar voltado para o futuro, mas também para o desenvolvimento social, econômico e humano”, finalizou o gestor.
Com informações do G1 Pernambuco


(Walduney Passos)