parceiros

blogs

quarta-feira, 9 de novembro de 2016

Com Trump, dólar dispara e bolsa despenca



Vitória do candidato do partido republicano, Donald Trump, nas eleições presidenciais norte-americanas gerou tensão também no mercado brasileiro, com o Ibovespa Futuro acompanhando o tom de forte aversão a riscos dos investidores globais; às 9h04 (horário de Brasília), o índice acumulava queda de 3,32%, 62.820 pontos; no mesmo horário, os contratos de dólar futuro com vencimento em dezembro subiam 2,31%, a R$ 3,260 
 
 A vitória do candidato do partido republicano, Donald Trump, nas eleições presidenciais norte-americanas gerou tensão também no mercado brasileiro, com o Ibovespa Futuro acompanhando o tom de forte aversão a riscos dos investidores globais.
 
Às 9h04 (horário de Brasília), o índice acumulava queda de 3,32%, 62.820 pontos. No mesmo horário, os contratos de dólar futuro com vencimento em dezembro subiam 2,31%, a R$ 3,260.

Leia reportagem da agência Reuters sobre o assunto:
O dólar disparava cerca de 2 por cento ante o real nesta quarta-feira com a surpreendente vitória do republicando Donald Trump à Casa Branca levando os investidores ao redor do globo a promoverem correção nos ativos com maior aversão risco.

Às 9:11, o dólar avançava 1,94 por cento, a 3,2290 reais na venda, enquanto o dólar futuro registrava ganho de 1,75%. Nos quatro pregões anteriores, o dólar havia acumulado queda de 2,28 por cento sobre o real com apostas de que Trump não sairia vitoriodo da eleição.

Trump surpreendeu o mundo derrotando a franca favorita Hillary Clinton na eleição presidencial dos Estados Unidos na terça-feira, encerrando oito anos de governo democrata e colocando o país em um caminho novo e incerto.

Rico empresário do setor imobiliário e ex-apresentador de reality show, Trump capitalizou uma onda de revolta contra Washington para vencer Hillary, candidata democrata, cujo currículo no establishment inclui as funções de primeira-dama, senadora e secretária de Estado dos EUA.

Com a onda de aversão ao risco, que elevou a busca por ativos considerados mais seguros, como ouro e iene, o dólar disparava ante divisas emergentes, destaque ao peso mexicano.

Por causa do nervosismo esperado para este pregão, o Banco Central cancelou o leilão de até 5 mil contratos de swap cambial reverso, equivalente à compra futura de dólares, que faria nesta manhã.

Leia reportagem da Agência Ansa sobre mercados internacionais:
Bolsas europeias abrem em forte baixa após eleição de Trump
A eleição de Donald Trump como presidente dos Estados Unidos está tendo forte impacto nos mercados de todo o mundo nesta quarta-feira (9). A Bolsa de Valores de Milão abriu em forte baixa de 3,47%, batendo apenas 16.230 pontos, com uma grande queda nas ações de bancos, como o MPS, que caiu 11,4%.

O mesmo acontece nos mercados de Paris, com queda de 2,8%, Londres, com queda de 1,6%, e Frankfurt, com baixa de 2,9%, na abertura dos negócios. A maior baixa é sentida em Madri, com a bolsa despencando 3,82%. Segundo analistas, a previsão é que o mercado se mantenha no vermelho durante todo o dia.

Mesmo fechando antes do resultado eleitoral, mas com base nas projeções que já apontavam Trump como eleito para a Casa Branca, os mercados da Ásia também fecharam em forte queda.

O índice Nikkei, no Japão, fechou no vermelho em 5,36%, sendo o pior número desde que os britânicos optaram por deixar a União Europeia, no dia 24 de junho. Já na China, a Bolsa de Xangai fechou em -0,7%, de Hong Kong em -2,3% e em Sidney -2,4%.

Nenhum comentário:

max ferro

max ferro
,

ebs serviços

ebs serviços
aluguel de maquinas

MEU OLHAR VALE MAIS DO QUE MIL PALAVRAS

MEU OLHAR VALE MAIS DO QUE MIL PALAVRAS
87 9965 4353