quarta-feira, 31 de agosto de 2016

Dilma: Eles pensam que nos venceram, mas voltaremos


A ex-presidente Dilma Rousseff (PT) afirmou em um pronunciamento no Palácio do Alvorada, em Brasília, na tarde desta quarta-feira (31), que o impeachment é um "golpe parlamentar" e promete fazer forte oposição ao governo Michel Temer (PMDB).

"Eles pensam que nos venceram. Haverá contra eles a mais determinada oposição que um governo golpista pode sofrer. Essa história não acaba assim. Nós voltaremos", afirmou Dilma.

O Senado aprovou hoje o impeachment de Dilma. Foram 61 votos a favor do impeachment, sete a mais do que os 54 necessários, e 20 contrários. Todos os senadores estiveram presentes; nenhum se absteve.

Com o resultado, Dilma é afastada definitivamente da Presidência um ano e oito meses depois de assumir seu segundo mandato. Eleito vice na chapa da petista em 2014, o presidente Michel Temer (PMDB) deixa de ser interino e assume definitivamente o cargo até o fim de 2018.

Apesar de aprovar o impeachment, o Senado manteve os direitos políticos de Dilma. Foram 42 votos a favor da inabilitação de Dilma, 36 contrários e três abstenções. Para que a petista perdesse os direitos, também eram necessários 54 votos.

Magno Martins

PMDB salva elegibilidade e abre crise com PSDB e DEM



Estadão Conteúdo
A decisão do Senado de permitir que Dilma Rousseff possa exercer cargo público mesmo após ter sido cassada provocou um novo racha na base aliada do presidente Michel Temer, que toma posse como presidente nesta tarde. Parlamentares do PSDB e DEM acusam o PMDB de ter feito um acordo para "livrar" Dilma e amenizar a sua pena por crime de responsabilidade.

O atual líder tucano na Casa, Cássio Cunha Lima (PB) chegou a dizer que está "fora do governo". O discurso, porém, foi suavizado pelo presidente da legenda, senador Aécio Neves (MG), que considerou que "a questão essencial foi resolvida". Mesmo assim, Aécio diz que a decisão de hoje causa "enormes preocupações".

Ontem, Temer chegou a ser consultado por aliados sobre a possibilidade de separar a condenação de Dilma e, "como jurista", deu aval, segundo um senador do partido que o consultou. Nesta quarta-feira, o PSDB votou em peso contra a possibilidade da presidente deposta manter a possibilidade de assumir um cargo público. Por outro lado, peemedebistas expressivos, como o presidente do Senado, Renan Calheiros (AL), votaram a favor da petista. Lideranças da antiga oposição consideram que Renan teria sido um dos principais responsáveis por intermediar as negociações.

O líder do DEM, Ronaldo Caiado (GO), adiantou que vai recorrer da decisão na Justiça. "O que aconteceu hoje foi algo inédito, foi uma manobra constitucional. Daqui a pouco Dilma vai virar presidente da Petrobras. Vai virar ministra de Estado? Isso é inadmissível. Vamos recorrer ao Supremo", declarou Caiado. O senador considera que a questão de ordem que possibilitou o "fatiamento" da pena jamais poderia ter sido aceita pelo presidente da sessão, o ministro Ricardo Lewandowski. "Houve um acordo entre PMDB e PT que nos preocupa", disse, completando que o presidente do Senado com certeza participou das conversas.

Líder do PSDB no Senado, Cássio acusou o PMDB de costurar um acordo "na surdina" com a base dilmista para livrar a petista da proibição de se candidatar a cargos eletivos e exercer outras funções na administração pública. O objetivo, segundo ele, seria a aplicação do mesmo entendimento no processo de cassação do deputado afastado Eduardo Cunha (PMDB-RJ). "Esta votação terá repercussões na cassação do Cunha, pelo acordo feito, como poderá ter repercussão nas relações - pelo menos na minha - com o governo. Nós sequer fomos avisados de que havia esse entendimento", acrescentando: "Eu estou fora do governo". O senador está prestes a tirar uma licença de quatro meses.

O líder do PSDB criticou duramente Renan, que, em seu discurso, justificou que a Casa não poderia ser "desumana" com a petista. "O presidente da Casa manteve-se esse tempo inteiro silente, argumentando a necessidade de uma distância do processo. Na undécima hora, encaminha a votação num acordo feito com a presidente Dilma sem que nós nem soubéssemos. O povo brasileiro não sabia do acordo, como o PSDB não sabia", declarou. Cássio avaliou não cabe recurso das decisões do Senado. Ele alegou que o constituinte, ao prever a inabilitação, visa prevenir que um gestor que fez mal à administração pública retorne. "A presidente está afastada do cargo, mas habilitada a disputar eleições em 2018. Vai poder fazer campanha a partir de amanhã."

Presidente nacional do PSDB, o senador Aécio Neves (MG) contemporizou a divergência ao falar em "ambiguidade" nos votos do PMDB que mantiveram a habilitação de Dilma para assumir cargos públicos. Apesar de dizer que a decisão causa "enormes preocupações", Aécio destacou que a questão mais importante, a destituição de Dilma, foi resolvida. "Lideranças expressivas do PMDB votarem desta forma nos deixa enormes preocupações. O Brasil daqui para diante não comporta mais ambiguidades. (...) Caberia ao PMDB ter uma posição única e sólida em defesa de todo o processo", disse o tucano. "Quero crer que não tenha havido algum tipo de entendimento que não nos tenha sido comunicado com outras forças da política nacional", completou Aécio.

O senador Álvaro Dias (PV-PR) também se queixou da decisão: "A Constituição não separa as coisas. A pena da inelegibilidade é decorrência da condenação, portanto o Senado afrontou a Constituição", disse o parlamentar. Segundo ele o "jeitinho brasileiro" veio para "proteger a poderosa Dilma Rousseff".

Considerado um dos principais aliados de Temer, o senador Romero Jucá (PMDB-RR) negou que tenha havido qualquer acordo dentro do PMDB para ajudar Dilma. Ele ressaltou que é contra a separação da cassação e da inelegibilidade e considerou que o entendimento pode não prosperar, pois, com a cassação, Dilma perde os direitos consequentemente perderá os direitos políticos. "Lewandowski não emitiu juízo de valor sobre essa questão da inabilitação porque sabia que ela vai parar no STF", avaliou. Ele acredita que alguns peemedebistas mudaram de posicionamento a favor de Dilma na segunda votação por sentir pena da ex-presidente. Embora tenha minimizado a decisão, ele admitiu que o resultado "vai dar trabalho" para Temer.

Edison Lobão (MA), peemedebista e ex-ministro do governo Dilma, foi contra a inabilitação da petista para cargos públicos. Ele disse que não poderia impedir a presidente de trabalhar. "O processo de impeachment foi feito penosamente, porém não se praticou a crueldade de tirar dela o direito de trabalhar e de viver. A própria Constituição diz que todos têm o direito à vida. Eu não poderia votar de maneira diferente em relação a nenhum brasileiro. Eu jamais impedirei nenhum brasileiro de trabalhar", afirmou Lobão.

Dilma ainda poderá exercer cargo público



Por 42 votos a favor, 36 contra e 3 abstenções, a presidente Dilma Vanda Rousseff ainda poderá exercer cargos públicos.
Por 42 votos a favor, 36 contra e 3 abstenções, a presidente Dilma Vanda Rousseff ainda
 poderá exercer cargos públicos.

A presidente Dilma não foi penalizada com a inabilitação, pois teria que obter 2/3 dos votos do Senado. Por 42 votos a favor, 36 contra e 3 abstenções, a presidente Dilma Vanda Rousseff ainda poderá exercer cargos públicos como lecionar em instituições do Estado, por exemplo. A presidente afastada definitivamente nesta quarta-feira (31) pelo Senado.

O presidente interino Michel Temer assume ainda hoje, por volta das 16h30, no Senado.

Dilma sofre impeachment, perde mandato e Temer assume

O plenário do Senado aprovou nesta quarta-feira (31), por 61 votos favoráveis e 20 contrários, o impeachment de Dilma Rousseff. A presidente afastada foi condenada sob a acusação de ter cometido crimes de responsabilidade fiscal – as chamadas “pedaladas fiscais” no Plano Safra e os decretos que geraram gastos sem autorização do Congresso Nacional.

A decisão foi tomada na primeira votação do julgamento final do processo de impeachment. A pedido de senadores aliados de Dilma, o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Ricardo Lewandowski, decidiu realizar duas votações no plenário.

A primeira, analisou apenas se a petista deveria perder o mandato de presidente da República. Na sequência, os senadores irão apreciar se Dilma deve ficar inelegível por oito anos a partir de 1º de janeiro de 2019 e impedida de exercer qualquer função pública. Até a última atualização desta reportagem, a segunda votação ainda não havia sido realizada.

Segundo a assessoria do Supremo, ainda nesta quarta, oficiais de Justiça notificarão a ex-presidente e o presidente em exercício Michel Temer sobre o resultado do julgamento.

Temer deve ser empossado presidente da República ainda nesta quarta, em sessão do Congresso Nacional que será realizada no plenário da Câmara.

Processo de impeachment de Dilma Rousseff, pode ter reflexos negativos em campanhas do PMDB pelo nordeste, inclusive em Lagoa Grande (PE)


Imagem1

O processo de impeachment da presidente afastada Dilma Rousseff pode trazer sérios prejuízos eleitorais nestas eleições para os candidatos a vereadores e prefeitos pelo Brasil, principalmente na região nordeste  que  atualmente são aliados do PMDB do governo interino de Michel Temer, tido como golpista no processo.

Considerando que no primeiro turno a presidente Dilma obteve 61,99% (8.129) dos votos válidos, enquanto a candidata Marina obteve 32,97% (4.317) dos votos validos. A presidente Dilma teve 70,20% dos votos de Pernambuco, enquanto Áercio Neves obteve 29,80%, o Nordeste. Sendo a Região há mais contemplada com os programas sociais o que permite que a população mais carente sai da linha da podreza o nordestino ver na ação do PMDB, entre outros partidos que fazem parte aliança firme na participação de apoio ao impeachment.

Já em si tratando de Lagoa Grande no sertão de Pernambuco, a votação de Dilma foi de 10.329 votos um percentual de 79,90%, enquanto Aécio obteve 2.598 votos um percentual de 20,10%.

Uma votação maciça espontaneamente dada a Dilma em reconhecimento as ações em vários setores que chegaram ao município de Lagoa Grande entre eles, os programas sociais.

Levando em consideração que o partido de Michel Temer  é o principal articulador do Impeachment de Dilma Rousseff, estaria a população disposta eleger prefeitos e vereadores aliados do presidente interino Michel Temer, o golpista?

Essa é uma pergunta que já bate no sub consciente de muitos eleitores, que passam a analisar cronologicamente a política deste ano diante dos encaminhamentos que vem tendo o processo de impeachment, que pode retirar de vez a presidente Dilma da presidência, que foi eleita com o voto soberano da nação brasileira.

(Inf. Via Lagoa Grande Noticias)

IMPEACHMENT: “Fernando Bezerra declara voto favorável a impedimento definitivo de Rousseff ‘para colocar o Brasil de volta ao equilíbrio fiscal’”


Plenário do Senado

Aos 34 minutos desta quarta-feira (31), o senador Fernando Bezerra Coelho (PSB-PE) subiu à Tribuna do Senado para declarar voto favorável ao impedimento definitivo de Dilma Rousseff à Presidência da República. Ao relembrar a história do Partido Socialista Brasileiro desde 1989 até a ruptura da legenda com o Governo Dilma, em 2013, Fernando Bezerra afirmou: “Não será fácil. Mas, é nosso dever colocar o Brasil de volta ao equilíbrio fiscal. Não existe contradição entre uma política fiscal responsável e políticas de distribuição de renda e inclusão social”.

Na avaliação do senador, que foi integrante titular da Comissão Especial do Impeachment no Senado, ficou comprovada e evidente – ao longo de mais de três meses de trabalho do colegiado, “ouvindo, analisando e debatendo os argumentos dos denunciantes e da defesa” de Rousseff –  a prática dos crimes pelos quais a presidente afastada é acusada: a publicação de decretos não numerados de abertura de créditos suplementares sem a devida autorização prévia do Congresso Nacional e a distorção de estatísticas fiscais oficiais por meio de operações de créditos ilegais – prática que tornou-se conhecida como pedaladas fiscais. “Que ocultaram um subdimensionamento de bilhões de reais no orçamento e mascararam as contas públicas em clara afronta à Lei de Responsabilidade Fiscal”, destacou.

Exu-PE: Dois carros foram Incendiados no centro da cidade


Dois carros foram incendiados, possivelmente, durante a madrugada desta terça-feira (30), no centro da cidade do Exu, Sertão do Araripe pernambucano. 

A ousadia dos autores do crime foi muito grande, já que os veículos estavam apreendidos a disposição da justiça e estavam estacionados próximo a Delegacia e ao Fórum da Cidade (quase em frente).

A informação que colhemos no local é que ainda não se sabe quem cometeu o ato criminoso, nem por qual motivo.  

Aguardando mais informações!
 
(Exu Notícias) 


Anvisa suspende lote de achocolatado da Itambé em todo o país



 A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) publicou no Diário Oficial da União desta segunda-feira (29) uma resolução determinando o recolhimento de um lote do achocolatado Itambezinho e proibindo a comercialização do produto pelo período de 90 dias, em todo o Brasil. A medida foi tomada após a morte de uma criança de dois anos na quinta-feira (25), em Cuiabá. Segundo a polícia, a mãe relatou que o filho morreu uma hora depois de ingerir a bebida.

A Itambé disse, em nota, que análises laboratoriais internas não identificaram qualquer problema na composição do produto do lote suspenso.
Os produtos que pertencem ao lote MA: 21:18 devem ser recolhidos dos estabelecimentos comerciais pelas vigilâncias sanitárias estaduais e municipais, segundo a Anvisa. Após o recolhimento, a bebida deve passar por análise laboratorial.

A resolução de nº 2.333, assinada na sexta-feira (26), dia seguinte à morte da criança, especifica que o produto interditado cautelarmente foi fabricado no dia 25 de maio e tem validade até 21 de novembro de 2016. De acordo com a Anvisa, o lote deve ser recolhido e armazenado até que um laudo aponte o motivo da morte da criança. Segundo a Polícia Civil, que investiga o caso, o exame que deve indicar a causa da morte deve sair em 30 dias.
De acordo com a Anvisa, a Itambé, com sede em Pará de Minas (MG), fabricante do produto, deve apresentar um mapa de distribuição do produto para facilitar o recolhimento do lote. Caso não seja comprovada a contaminação do lote no prazo estipulado pela Anvisa, o produto pode ser distribuído novamente.
Investigação
A  Polícia Civil abriu inquérito para investigar a morte da criança, a partir de denúncia registrada pela mãe na Delegacia de Homícidios e Proteção à Pessoa (DHPP). A  investigação, porém está a cargo da Delegacia Especializada de Defesa da Criança e do Adolescente (Deddica).
O delegado Eduardo Botelho, da Deddica, informou ao G1 nesta segunda-feira que os pais do menino foram ouvidos hoje e, em depoimento, confirmaram a versão declarada no boletim de ocorrência registrado na semana passada. Conforme o delegado, os pais disseram que a família ganhou o achocolatado de um vizinho e que a embalagem estava fechada. A mãe ainda declarou que ela e um tio da criança chegaram a ingerir a bebida e também passaram mal.
O menino foi encaminhado a Policlínica do Coxipó, em Cuiabá, com parada cardiorrespiratória e morreu na unidade.

Outro lado
Por meio de nota, a Itambé informou que foi notificada na sexta-feira (26) sobre o suposto consumo de um produto da linha de achocolatados Itambezinho, de 200 ml. "O referido produto está no mercado há mais de uma década e nunca apresentou qualquer problema correlato. Até o presente momento, não tivemos nenhuma outra reclamação do mesmo lote", diz a empresa
.

(Portal Serrita)

Lançado edital de concurso para IFPE

concurso público

O Instituto Federal de Pernambuco (IFPE) divulgou nesta terça-feira (30), o edital nº 124/2016 do Concurso Público para Técnicos-Administrativos. Para esse certame, as inscrições serão realizadas, exclusivamente, pelo site cvest.ifpe.edu.br no período de 3 de outubro a 8 de novembro.

O candidato interessado em se inscrever deverá preencher o cadastro disponibilizado no site da CVest e efetuar o pagamento da Guia de Recolhimento da União (GRU) nas agências do Banco do Brasil, impreterivelmente, até o dia 9 de novembro. Para os cargos de classe E, será cobrada uma taxa de R$ 100. Já para os de classe D, o valor será de R$ 80.

Quem estiver inscrito no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico) e for membro de família de baixa renda poderá solicitar a isenção da taxa de inscrição entre os dias 3 e 5 de outubro no site da CVEST.

Ao todo, estão sendo ofertadas 18 vagas para profissionais de níveis médio/técnico e superior, distribuídas entre 14 cargos diferentes: Administrador, Arquiteto, Arquivista, Engenheiro Civil, Engenheiro Elétrico, Revisor de Texto, Secretário Executivo, Técnico em Eletrotécnica, Técnico de laboratório (Eletroeletrônica), Técnico de laboratório (Eletrotécnica), Técnico de laboratório (Informática para Internet), Técnico de laboratório (Manutenção e Suporte em Informática), Técnico de laboratório (Mecânica), Técnico de laboratório (Mecatrônica).

Os salários iniciais variam entre R$ 2.294,21 e R$ 3.868,81. Através do incentivo à qualificação, profissionais com doutorado podem ganhar até R$ 6.770,42, além dos auxílios saúde, transporte e alimentação.

Provas – Todos os candidatos serão submetidos à prova escrita objetiva, agendada para o dia 8 de janeiro de 2017, no horário das 9h às 12h. Os candidatos aos cargos de técnico em eletrônica e técnicos de laboratório que forem classificados na prova escrita e obtiverem as 5 (cinco) maiores notas também prestarão prova prática, no período de 30 de janeiro a 03 de fevereiro de 2017.

O resultado final será divulgado, no site do IFPE, a partir do dia 20 de fevereiro de 2017. O concurso terá validade dois anos, podendo ser prorrogado por igual período, contados a partir da data de publicação do Edital de Homologação do resultado final no Diário Oficial da União.

Mais informações podem ser obtidas através do e-mail concurso@reitoria.ifpe.edu.br ou no site da CVEST.


Waldine Passos


Defesa de Dilma por Cardozo foi destaque


Um dos destaques do quinto dia do julgamento do impeachment foi a defesa de Dilma feita pelo advogado e ex-ministro José Eduardo Cardozo na tribuna do Senado. No duelo com a acusação, Cardozo fez um discurso de maior impacto do que os advogados Janaína Paschoal e Miguel Reale Jr.

O líder do PSDB no Senado, Cássio Cunha Lima (PB), admitiu a força da fala de Cardozo, mas avaliou que não haverá mudança em relação ao resultado. Nos bastidores, senadores petistas também afirmam que a tendência continua a ser a aprovação do impeachment.

O presidente do STF, Ricardo Lewandowski, que comanda a sessão de julgamento de Dilma, pretende realizar a votação final na manhã desta quarta-feira.   

(Kennedy Alencar/Magno Martins)

Armando defende reformas fiscais urgentes

Independente do resultado da votação de hoje, cuja sessão começa às 11 horas, o Congresso tem de priorizar a votação de reformas fiscais estruturais, sem as quais não haverá saída para reativar a economia. O apelo foi feito pelo senador Armando Monteiro (PTB-PE), 34º a se pronunciar, ontem, no processo de impeachment da presidente da República, contra o qual irá votar. “ O Congresso Nacional terá acrescidas responsabilidades após o término desse processo de julgamento, qualquer que seja seu resultado. A saída ocorrerá necessariamente pelo controle dos gastos públicos. Além da agenda fiscal, o Congresso deve se concentrar no avanço de medidas que incentivem os investimentos em infraestrutura, ampliem as exportações e promovam um salto na produtividade”,  pregou o senador pernambucano.

Declarou-se preocupado com “os sinais ambíguos” do governo interino, que, com o apoio do Congresso, ressaltou, “vem promovendo o atendimento das demandas de vários setores e corporações, incompatíveis com a gravidade do quadro fiscal, retardando, assim, a recuperação econômica”.

Armando Monteiro disse terem sido frágeis os argumentos da acusação contra a presidente Dilma Rousseff. Assinalou que processos de impeachment nas democracias modernas, por suas circunstâncias atípicas, “exigem contundência e consistência nos seus pressupostos jurídicos, que precisam ser claros e inequívocos”, o que, na sua visão, não ocorreu no caso da presidente afastada.

 Declarou ter visto “nas disfunções do nosso presidencialismo de coalizão” as origens do processo de impeachment. “A fragmentação partidária, o desprezo pelas diretrizes programáticas das siglas e a prevalência de interesses fisiológicos geram um imenso custo à governabilidade do país”, diagnosticou o senador petebista ao justificar a necessidade também de uma reforma política
.

Magno Martins

Queimadas provocam blecaute em 12 estados da região Norte e Nordeste

RTEmagicC_queimadas_brasil.jpgUma queimada de grandes proporções provocou um blecaute em 12 estados da região Norte e Nordeste às 12h14, desta terça-feira (30). Todo o sistema foi normalizado por volta das 13h40. A falha não atingiu todas as localidades dos municípios.

Segundo o Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS), os estados atingidos foram Amazonas, Pará, Amapá e Tocantins, na região Norte, e no Maranhão, Ceará, Rio Grande do Norte, Paraíba, Pernambuco, Alagoas, Sergipe e Bahia, na região Nordeste.

De acordo com a Companhia de Eletricidade da Bahia (Coelba), na Bahia, 40% das cargas no estado foram afetadas, principalmente nas cidades do interior. A energia foi suspensa às 12h49 e começou a ser normalizada às 13h15.

Em Salvador, em parte da região da Paralela, Rio Vermelho e Pituba faltou energia e as sinaleiras apagadas provocaram lentidão no trânsito. O congestionamento durou cerca de meia hora após o reabastecimento da energia, segundo a Superintendência de Trânsito de Salvador (Transalvador).

Falha
De acordo com a ONS, uma queimada levou ao desligamento automático do circuito 3 da linha de transmissão em Miracema-Colinas, que fica no estado do Tocantins. Em seguida os circuitos 1 e 2 foram desligados automaticamente.

Como um mesmo estado ou cidade pode ser atendido por subestações diferentes, a queda de energia não foi universal.

Após o reparo na linha, o sistema foi religado gradativamente. Sendo o circuito 2 o primeiro a ser religado, às 13h07, e os circuitos 1 e 3 às 13h21. Às 13h40 todo o sistema já estava normalizado.

('Vinicius de Santana')

terça-feira, 30 de agosto de 2016

Conheça o maior erro de um candidato em uma campanha eleitoral


Muitos candidatos não alcançam o número de votos necessários para se eleger porque cometem um grande erro durante a campanha eleitoral.

Por isso, na terceira aula do curso gratuito "Vereador Vencedor", que preparei para você, mostro qual o maior erro de um candidato, e como evitá-lo. 


 Daniele Barreto


Advogada, Assessora na Câmara dos Deputados, Estrategista Eleitoral,
Consultora Política credenciada pela Associação Brasileira de Consultores Políticos
Pós graduada em Direito do Estado, Especialista em Marketing e Consultoria Política, palestrante.

O Ministério Público Federal recomenda ao Governo de Pernambuco que agilize a entrega de remédios a pacientes do SUS



A Secretaria de Saúde de Pernambuco (SES) terá 10 dias para definir as medidas que serão adotadas para solucionar as irregularidades no fornecimento de medicamentos a pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS). Ontem (29), o Ministério Público Federal em Pernambuco (MPF-PE) expediu recomendação para que seja feito um planejamento adequado para a aquisição de remédios que integram a Assistência Farmacêutica do Estado.

Suspensões na entrega de oxcarbazepina a um paciente que sofre com convulsões, ocorridas quatro vezes nos últimos dois anos, motivaram a atuação do MPF-PE. De acordo com o órgão, da última vez, o medicamento não foi fornecido por mais de dois meses, mesmo após uma ordem judicial que determinou a entrega do remédio.

Diante dessa situação, a procuradora da República Sílvia Regina Lopes, que é a autora do documento, recomendou que as licitações para aquisição de medicamentos integrantes da Assistência Farmacêutica do Estado tenham início um ano antes da data prevista para fim do estoque a fim de evitar a indisponibilidade dos remédios. Além disso, os pacientes deverão ser informados sobre o andamento do processo licitatório.

A recomendação para a SES e a Assistência Farmacêutica é que realizem o acompanhamento mensal dos estoques e usem dados de períodos de maior demanda, com consequente redução do estoque, para planejar as compras do ano seguinte. Também deverá ser feita a fiscalização do cumprimento do que estabelece a recomendação, sob pena de responsabilização por eventual falta de medicamentos na rede pública.

Posicionamento da SES: Por meio de nota, a Secretaria Estadual de Saúde informou que estão sendo definidos, em conjunto com a Procuradoria Geral do Estado, os procedimentos para agilizar a compra de medicamentos. Também estão sendo elaborados cronogramas para indicar a prioridade de aquisição.

“A SES ressalta, ainda, que monitora, permanentemente, o estoque da Farmácia de Pernambuco para que não haja descontinuidade do tratamento dos pacientes e que o desabastecimento de alguns produtos é causado por diversos fatores, que vão desde o atraso na entrega por parte de distribuidores de medicamentos, que descumprem acordos com a SES, até a demora para a conclusão de licitações, devido ao esvaziamento de processos por parte das empresas”, segundo a nota.

Com relação ao medicamento oxcarbazepina, a secretaria informou que a Farmácia de Pernambuco foi abastecida em julho com 13.800 comprimidos. “Uma nova licitação já foi aberta e aguarda apenas o processo de homologação. Serão adquiridos 24.480 comprimidos (300 mg). Outros 12.285 comprimidos (600 mg) já foram comprados, mas a Farmácia aguarda entrega do fornecedor, que já foi notificado pelo atraso”, finalizou o texto. 

G1 PE

Seis municípios do Sertão pernambucano não registraram homicídios este ano



pacto_pela_vida (1)Os municípios de Brejinho, Calumbi, Dormentes, Granito, Ingazeira e Itacuruba integram a lista dos 10 mais pacíficos deste ano no Estado de Pernambuco. Chegando a setembro, estas localidades, além de Ibirajuba, Orobó e Saloá, não registraram homicídios este ano até o momento.

O destaque fica com o município de Ingazeira, no Sertão do Pajeú, onde desde 2013 não há registro de homicídios. Fundada em 1820, às margens do Rio Pajeú, Ingazeira tem forte tradição religiosa e venera o padroeiro São José.
Alvinho Patriota

Homem morre e idoso fica ferido em tiroteio durante ataque a banco em Queimadas-PB


ponto50_queimadas_paraiba_fotocapita

Um homem morreu e um idoso de 71 anos ficou ferido durante um ataque a uma agência bancária na cidade de Queimadas, no Agreste paraibano, na noite de ontem (29). Conforme as primeiras informações da Polícia Militar, o homem morto é suspeito de participação no assalto ao banco. Já o idoso é morador da cidade e foi baleado durante o tiroteio da polícia com os suspeitos. Um fuzil ponto 50 foi apreendido.

De acordo com o Centro Integrado de Operações Policiais (Ciop), os moradores acionaram a PM pouco antes da meia-noite. Os criminosos fizeram um cerco nas ruas das imediações do banco. Duas explosões foram ouvidas. Mais de 10 viaturas da polícia foram deslocadas para a agência bancária e houve tiroteio.

Ainda segundo informações da polícia, um dos assaltantes, que estava de colete à prova de balas, foi morto e o corpo foi abandonado pelos outros suspeitos. O idoso, que passava próximo ao local, foi atingido por um tiro no rosto e teve que ser levado para o Hospital de Emergência e Trauma de Campina Grande, onde até as 6h desta terça-feira (30) passava por cirurgia. Carros da polícia foram atingidos, mas nenhum policial ficou ferido.

O corpo do suspeito foi encaminhado para o Núcleo de Medicina e Odontologia Legal (Numol) de Campina Grande e foi identificado. A Polícia Militar informou que após o tiroteio os criminosos fugiram por diversas estradas espalhando grampos e ninguém foi preso. Pelo menos 10 carros que passavam pelo local tiveram pneus furados.

Conforme a Polícia Militar, os caixas eletrônicos foram explodidos e um cofre foi levado, mas não há informações de quanto em dinheiro foi levado. Um fuzil ponto 50, arma de grosso calibre de uso exclusivo das Forças Armadas, e três revólveres foram encontrados e apreendidos pela polícia. 

G1 PB/Didi Galvão

Bezerra fez Temer dar puxão de orelha em senadora





Quem conta é Natuza Nery, na coluna Painel, da Folha de S.Paulo desta terça-feira:

A senadora Rose de Freitas (PMDB-ES) brincou com o colega Fernando Bezerra (PSB-PE) que falaria a favor de Dilma. O senador, então, mais que depressa, foi alertar o governo.

Minutos depois, Rose recebeu ligação de Temer. Ela chorou e esclareceu que tinha lado, o do interino, e que jamais imaginou que o senador fosse fazer um fuxico.

“Que puxa-saco”, disse Rose ao líder do governo, Aloysio Nunes (PSDB-SP).

Já o  senador Roberto Rocha (PSB-MA) será contemplado com uma diretoria do Banco do Nordeste em troca de voto favorável ao impeachment.

Não se afobe, não:  A oferta veio após o congressista ser procurado por Lula. Assim que soube do encontro, Temer agiu para evitar que Rocha pulasse para o lado de Dilma Rousseff.

(Inf. Magno Martins)

Pimentel visita o Gergelim e garante melhor infraestrutura, saúde e educação para a população


14079766_1098653343582515_2211420564669055386_n
O distrito de Gergelim abraçou, nesse domingo (28), o candidato a prefeito de Araripina Raimundo Pimentel (PSL), o vice-prefeito Bringel Filho (PSDB) e a deputada estadual Socorro Pimentel (PSL), durante uma visita em toda a comunidade para ouvir da população as principais necessidades da localidade.
Pimentel conversou com os moradores e destacou seu compromisso de fazer ações em áreas fundamentais como calçamentos e esgotos, melhoria no atendimento de saúde no PSF e nas escolas municipais, dando condições para que o distrito se desenvolva.
“Trouxemos para o Gergelim a pavimentação asfáltica, a água do São Francisco, sinal de telefonia celular e muitas outras ações que as pessoas reconhecem. Esse distrito merece todo nosso compromisso em fazer as obras que são obrigações da prefeitura e que atualmente não são realizadas. A população está abandonada e isso não pode ficar assim. Nós vamos trabalhar para que a vida da nossa gente seja melhor. Este é meu compromisso”.
14192555_1098655596915623_5860352573156271264_n

Gildevan Melo e a Onda Azul em 3 Encontros com conterrâneos de Petrolina

"Não é denegrindo adversários, que conseguimos votos."

A Onda Azul pela campanha EXPERIÊNCIA E COMPROMISSO COM O POVO DE SANTA FILOMENA, conviveu três momentos de diálogo e festa com os filomenses das localidades Projeto Senador Nilo Coelho (N7), bairro Dom Avelar e povoado de Nova Descoberta no vizinho município de Petrolina.
 

O candidato a reeleição para prefeito Gildevan Melo (PSD) e a candidata a reeleição para vice-prefeita Francinete Diniz, juntamento com os candidatos a vereador Wallace Mororó, Adelvan Damasceno, Gil de Gonçalo, Danúbio Macedo, Irmão Ediclécio, Jailson Coriolano, Nailma Edna, Tico de Pedro Otávio, Risolândio Reis, Duda do Livramento, Erinho de Cícero Henrique e toda a comitiva política da chapa 55, participaram de três encontros com pessoas de Santa Filomena que moram no município de Petrolina, para apresentação das idéias, propostas e projetos da coligação para o próximo mandato de prefeito, vice e vereadores em Santa Filomena.
 

"Não é denegrindo os adversários, como eles fazem, que queremos conseguir votos; mas é mostrando o que temos feito, ouvindo as pessoas e provando o que somos capazes e queremos fazer por Santa Filomena, que nossa campanha é muito bem aceita por onde passamos." (Gildevan Melo.

"Nosso foco é a melhoria da qualidade de vida da população de Santa Filomena em todos os seguimentos, tanto na educação quanto na saúde, nas oportunidades de emprego e de renda para resgatar nosso povo que mora em outras cidades da região." (Francinete Diniz).

O candidato Gildevan Melo falou de todas as ações de seu atual mandato, a exemplo do Hospital municipal que já foi construído e está sendo equipado e mobiliado com previsão de funcionamento para a próxima semana; falou de quadras de esporte construídas, de escolas, de creche, de estradas, barreiros, barragens, poços, unidades básicas de saúde, centro de saúde, praça, academia das cidades, calçamento e saneamento de ruas nos distritos e na sede; enfim, de todas as obras conquistadas pelo povo, que proporciona qualidade de vida à população de Santa Filomena e que viabiliza oportunidades de emprego e retorno daquelas pessoas que saíram de sua cidade natal para ir morar em cidades maiores, por opção de emprego e bem estar, que é um fato comum nas pequenas cidades como Santa Filomena.

Os candidatos a vereador mostraram consistência de idéias nos seus discursos de apoio aos candidatos a prefeito e vice pela sua coligação, bem como a importante parcialidade uns com os outros pela continuidade do projeto de desenvolvimento para Santa Filomena, encabeçado por Gildevan.


No N7, uma multidão de pessoas lotaram o Club Vila Vitória, às 19:00 horas de sábado (27 de agosto), para ouvir e aplaudir Gildevan, Francinete e candidatos a vereador com uma bela e harmoniosa recepção, mostrando acreditar no trabalho da equipe que foi até eles para falar do que fez e tem em projeto para ser feito na próxima gestão, sem difamar, nem criticar aos adversários, já que o povo quis saber o que a campanha de Gildevan tem como projeto de governo para oferecer ao povo de Santa Filomena ao invés da crítica pelo que ainda não foi feito pelas gestões anteriores.
 

No Dom Avelar, os conterrâneos filomenses que moram em vários bairros no entorno como: João de Deus, Nova Petrolina, José e Maria, Santa Luzia, São Jorge, Mandacaru, Terras do Sul, Cassimiro e outros, dispensaram o bem estar de uma manhã de descanso em suas casas, no domingo (28 de agosto), para acompanhar mais uma centração de diálogo e propostas por todos os candidatos presentes e por Dr Renivaldo delegado de Dormentes, quando Gildevan, Francinete e vereadores mostraram que sua campanha é de idéias e de participação popular, sem críticas, sem rebaixamento aos adversários, mas sim, mostrando o atual alinhamento político do candidato experiente e atinado que é Gildevan, com propostas claras, fundamentadas no que já foi alicerçado com o grande apoio nas esferas do poder estadual e federal a exemplo do senador Fernando Bezerra, do ministro de Minas e Energia, Fernando Filho, do deputado estadual e agora candidato a prefeito de Petrolina, Miguel Coelho, entre outros.
 

Em Nova Descoberta, na tarde de domingo (28 de agosto), a Onda Azul foi mais uma vez surpreendida por tantas pessoas num momento em que era para ser apenas uma visita da coligação aos amigos de Santa Filomena que residem naquele distrito. Mas Gildevan aproveito a oportunidade para mais uma vez falar de seu projeto de construção social para a jovem cidade do Araripe, sempre com o intuito de resgatar as pessoas que moram fora, focado nos melhores projetos que produzam renda e oportunidade de emprego para todos.
 

Veja as fotos dos três encontros em Petrolina,  nos links a seguir:   N7  -  DOM AVELAR  - NOVA DESCOBERTA. (***EM ALGUNS MINUTOS***)

Humildes Feitosa conduziu as oratórias dos três eventos, com suas palavras cativadoras, nos três encontros de muita harmonia. 

Clériston Ferreira cuidou da organização dos eventos que ficaram marcados na campanha de sucesso de Gildevan Melo e Francinete Diniz.

Texto: Charles Araujo
Fotos: Clériston Ferreira / Charles Araujo

segunda-feira, 29 de agosto de 2016

Dia 03 de setembro Grande Festa Popular em Santa Cruz com o VII Encontrão Musical



A cidade de Santa Cruz no Sertão pernambucano, será palco para mais um grande evento popular, em sua sétima edição que acontecerá dia 03 de setembro no bairro Vila Nova, os artistas da terra, mais uma vez terão a alegria de mostrar seu talento através da musica popular brasileira, o evento acontece na praça da Monica como é conhecido, tendo inicio às 20h. Aproximadamente trinta artistas revezarão o palco, levando alegria e encantando o publico. 

Acompanhe uma apresentação da garota Gabriela Mello, revelação do Encontrão 2014, o evento tem a organização de Francisco Ribeiro Campos (Titi) e amigos. 

Saiba o que pode DAR ao eleitor durante a campanha 2016


Vim revelar para você o que os candidatos a vereador e prefeito (e assessores) podem dar ao eleitor durante o período de campanha eleitoral - conseguindo, desta forma, conquistar mais votos. Assista ao vídeo:
 



Senadores são juízes e não acusadores, adverte Ricardo Lewandowski

(Foto: Edilson Rodrigues/Agência Senado)
(Foto: Edilson Rodrigues/Agência Senado)
Ao responder uma questão de ordem apresentada pelo senador Aloysio Nunes (PSDB-SP), o ministro Ricardo Lewandowski, responsável por conduzir a sessão de impeachment, advertiu aos parlamentares que eles são juízes e não acusadores de Dilma Rousseff.

Com base nessa premissa, ele disse acreditar que não haverá injúrias ou ofensas de qualquer uma das partes durante essa fase de interrogatório.

Aloysio Nunes quis saber se os senadores teriam o direito de evocar o inciso 8º do artigo 14 do Regimento Interno do Senado, que garante a palavra por cinco minutos ao parlamentar que for citado nominalmente em um discurso.

“Ficou estabelecido em comum acordo que cada senador terá até cinco minutos para perguntar. Mas não háprevisão sobre o direito de resposta se alguém for nominalmente citado ou em caso de eventual agressão verbal”, disse Aloysio, que lembrou ainda o fato de Dilma não ter limitação para dar suas respostas.

O ministro Lewandowski lembrou que a lei e a doutrina consideram o interrogatório o ato culminante do processo penal, quando um acusado pode exercer a plenitude do direito de defesa.
“Neste momento, ela está defendendo seu mandato, sua honra pessoal e biografia. É natural que nós demos a ela uma amplitude maior de expressão. Os senadores são juízes, não são acusadores”, advertiu.

Segundo Lewandowski, o artigo 14 do Regimento Interno não se aplica integralmente nesse caso e deve ser “aplicado com temperamento”, mas caso algum senador seja injuriado, o direito de resposta será garantido.

Fonte Agência Senado

Tudo ou nada para Dilma


A presidente afastada Dilma Rousseff (PT) usa, hoje, a tribuna do Senado, no terceiro dia de sessão do seu julgamento, como última cartada para salvar o seu mandato.  Em relação ao tom do seu pronunciamento, o fato mais importante nesta fase final e definitiva, as opiniões das pessoas mais próximas à presidente estão divididas. Algumas defendem que ela faça uma manifestação em defesa da soberania popular e da Constituição, enquanto outras preferem que, além disso, direcione críticas mais contundentes ao presidente interino Michel Temer, à equipe ministerial e aos senadores que mudaram de lado.

O discurso já está pronto desde a semana passada, mas nos últimos dias que antecedem sua ida ao Congresso recebeu sugestões de aliados como os ex-ministros José Eduardo Cardozo (responsável pelo teor jurídico da fala e por preparar Dilma para os questionamentos dos senadores), Miguel Rossetto, Jaques Wagner e Aloizio Mercadante. As anotações foram aceitas e deixaram a sua fala mais contundente ainda.

“Trabalhamos com um cenário de reversão. O discurso será forte, histórico. Ficará ainda mais claro que a presidente não cometeu nenhum crime e está sendo substituída por um presidente interino e por ministros envolvidos em suspeitas de corrupção. Temer e sua equipe entram para a história como traidores”, disse, ontem, a senadora Gleisi Hoffman (PT-PR), uma das aliadas mais fiéis da petista.

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva também colaborou no sentido de que está em curso um golpe. Para Lula, “Temer, por ser um constitucionalista, sabe que se trata de um golpe”. A fala de Dilma deve ser centrada em pontos que já vêm sendo destacados por ela, como a defesa de que não cometeu crime de responsabilidade e que não pode ser julgada pelo "conjunto da obra" do seu governo — expressos na carta apresentada aos senadores.

A ida de Dilma ao Senado é encarada como o episódio mais importante do julgamento. "Este é o fato novo do processo. Todos já conhecem o depoimento das testemunhas", disse o senador Reguffe (sem partido-DF), ao falar sobre a presença da petista no plenário. Dilma terá 30 minutos pra se manifestar, com o tempo podendo ser prorrogado a critério de Lewandowski. Depois, cada senador terá dez minutos para questioná-la.

 “É imprevisível o que poderá acontecer”, comentou o senador José Agripino (DEM-RN). Na visão do presidente nacional do DEM, porém, não deve ocorrer mudança de placar. Ou seja, que será repetido o placar das outras votações, todos desfavoráveis a Dilma. “Não terei a ousadia de pré-estabelecer (o resultado), mas a tendência pelo pronunciamento dos demais senadores é que isso será mantido, tem sido a rotina nas outras votações”, acrescentou o senador Ronaldo Caiado (DEM-GO).

Na visão dele, Dilma "deve explicações ao Brasil". E tende a usar seu pronunciamento para “minimizar os danos” que ela teria causado durante seu governo. Em encontro, ontem, no Palácio da Alvorada, senadores aliados de Dilma simularam perguntas que a base governista de Temer deve fazer a ela. E reforçaram que a presença dela reforça a linha de argumentação usada pelos senadores de PT, PCdoB e PDT durante toda a discussão do impeachment no Senado.

Magno Martins

Governistas dizem que vão adotar tom respeitoso durante discurso de Dilma


Para evitar desgaste durante a defesa que será feita pela presidenta afastada Dilma Rousseff segunda-feira (29) no Senado no processo do impeachment, integrantes da base aliada do governo do presidente interino Michel Temer disseram que adotarão um “tom respeitoso” com Dilma, mas que não aceitarão provocações de seus defensores. A estratégia para o depoimento de Dilma foi definida em reunião realizada neste domingo (28) na liderança do PSDB no Senado.

“Nós fizemos uma reunião dos partidos que compõem a base aliada para organizar o comportamento na sessão de amanhã. A decisão tomada é de tratar a presidente com todo o respeito que ela merece como presidente afastada, como uma pessoa que comparece ao Parlamento cumprindo o rito constitucional do impeachment”, disse o senador Agripino Maia (DEM-RN) após a reunião.
Os senadores avaliam que Dilma adotará um tom emotivo em seu discurso e que confrontos e bate bocas, como os que ocorreram nos dois primeiros dias do julgamento final possam vir a favorecer a petista. “Não aceitaremos as provocações e nem a beligerância proposta com o intuito de criar fatos novos que possam mudar os votos dos senadores”, acrescentou o senador.

Segundo o senador e presidente nacional do PSDB, Aécio Neves (MG), caberá a Dilma dar o tom da sessão. O tucano disse ainda que a orientação para os questionamentos será de se ater a questões formais do processo contra Dilma, que responde sob a acusação der ter editado em 2015 três decretos de créditos suplementares sem autorização do Congresso e, também, de atrasar o pagamento para o Banco do Brasil, de subsídios concedidos a produtores rurais por meio do Plano Safra, as chamadas pedaladas fiscais.

“Nossa disposição é de fazer perguntas duras, técnicas, sobre os crimes cometidos pela presidente para que ela possa se manifestar sobre eles. Obviamente que se o tom que vier da presidente ou mesmo de senadores que lhe apoiam for outro, a reação será a altura”, alertou.

domingo, 28 de agosto de 2016

Mega-Sena acumula e pode pagar R$ 5,1 milhões na quarta

(Foto: Ilustração/Internet)
(Foto: Ilustração/Internet)
Depois de sortear o segundo maior prêmio do ano na última quarta-feira (24), a Mega-Sena acumulou neste sábado (27). A estimativa de prêmio para o próximo sorteio, na quarta-feira (31), é de R$ 5,1 milhões.

Os números sorteados no concurso 1.851 foram: 08 – 18 – 21 – 22 – 35 – 37. O sorteio foi realizado no Caminhão da Sorte, que está na cidade de Ipu (CE).

Waldiney Passos

Faça o eleitor votar em você | Aula 2 | Mini Curso Gratuito Vereador Ven...

DÁ PARA GANHAR A ELEIÇÃO SÓ USANDO A INTERNET?

A pergunta que eu mais tenho respondido nos últimos meses: É possível um candidato ganhar as eleições utilizando APENAS a internet? Eu  gravei um vídeo para explicar isso com mais detalhes. Assista ao vídeo clicando AQUI.




Único no Brasil, aparelho que trata câncer de mama chega à Bahia

aparelhoO Hospital São Rafael, localizado em Salvador, apresentou nesta semana,  um aparelho que permite mulheres com câncer de mama em estágio inicial fazerem radioterapia no mesmo dia em que a cirurgia de retirada do tumor. Batizada de Intrabeam, a máquina de radioterapia intraoperatória do hospital baiano é a única em todo o Brasil.

De acordo com Ézio Novaes, coordenador de mastologia do hospital, a pesquisa sobre o aparelho, criado por uma empresa alemã e que custa R$ 1,5 milhões, durou 12 anos. O hospital em Salvador é parceiro da empresa alemã na pesquisa sobre a técnica de radioterapia intraoperatória realizada pelo equipamento e adquiriu o Intrabeam em condições especiais de pagamento. Os valores não são divulgados. A máquina realiza radioterapia em dose única, logo após a cirurgia na mama.

Quatro mulheres diagnosticadas com câncer de mama na Bahia já passaram pelo procedimento e, de acordo com o coordenador, o tratamento foi eficaz em todas elas. Segundo o médico assistente de radioterapia Arthur Rosa, apesar de já estar há dois meses em Salvador, o aparelho começou a realizar o procedimento há um mês. “Ela [a máquina] é bastante revolucionária. A aplicação única do Intrabeam é equivalente ao tratamento habitual de seis semanas. Além da segurança de fazer um tratamento eficiente, é algo prático”, explica.

De acordo com Ézio Novaes, o primeiro passo é a realização da cirurgia de retirada do tumor e da região em volta dele. Já a radioterapia, com a utilização do Intrabeam, é aplicada após a cirurgia, antes de fazer a sutura do paciente.

O médico explica que a cirurgia demora cerca de uma hora e 15 minutos e que, com a radioterapia, o procedimento dura 40 minutos a mais, o que para ele é um processo mais prático e não apresenta afeito colateral. “Se a gente não contasse para a paciente que ela fez a ‘radio’ ela nem ia saber que fez. Não deixa marca é um tratamento interno”, conta.

Segundo Novaes, o procedimento apresenta outros benefícios. “A radioterapia trata vários tipos de câncer. A primeira questão é que ele [equipamento] vai tirar essas pacientes com câncer inicial da fila de radioterapia. É mais barato que o convencional. Uma paciente que mora no interior do estado, por exemplo, tem que ficar 45 dias hospedada na cidade, agora ela pode vir e ficar aqui dois ou três dias depois da cirurgia”, diz.

Apesar dos benefícios, o Intrabeam é usado exclusivamente para casos iniciais, ou seja, ele não serve para casos avançados de câncer. Além disso, não é eficaz para pacientes que possuem um tumor com tamanho acima de três centímetros.

O equipamento também não será usado para pacientes com idade inferior a 50 anos, pois de acordo com o médico, “os estudos científicos ocorreram com base em pessoas com a faixa etária acima de 50 anos, mostrando técnica e eficácia”. Contudo, ele acredita que no futuro é provável que pacientes mais novas vão poder passar por essa nova técnica de tratamento.

Inicialmente esse tipo de tratamento é realizado apenas no Hospital São Rafael, porém há interesse da unidade em expandir o atendimento para pacientes do Sistema Único de Saúde.

De acordo com Ézio Novaes, já existe um protocolo na Secretaria de Saúde do Estado (Sesab), para realizar o atendimento através de uma convênio entre o hospital e a secretaria, mas ainda não há definição sobre a parceria.

Fonte: G1-BA
Blog do Deputado Federal GONZAGA PATRIOTA (PSB/PE)

Estratégias para conquistar eleitores: Encarar a campanha eleitoral de 2016 será um grande desafio para os candidatos e assessores

 
Qual o seu maior medo? Quais as suas dúvidas? Como conquistar mais eleitores? Dá para fazer campanha sem dinheiro? Como conseguir doações para a sua campanha eleitoral? Como atrair a atenção do eleitor nas redes sociais?
 
Tenho certeza de que posso te ajudar a resolver essas questões, a conquistar mais votos e ter uma eleição vitoriosa!

Resolvi me comprometer com você e revelar todas as maiores estratégias que aprendi em 16 anos atuando na coordenação de campanhas eleitorais, ou como procuradora, advogada eleitoral, assessora de ministro e deputados federais, consultora de grandes partidos políticos. 
 
 

Petrolina PE

Petrolina PE
Forro do Beco dia 30 de Maio

ebs serviços

ebs serviços
aluguel de maquinas

MAX FERRO

MAX FERRO
SANTA CRUZ E SANTA FILOMENA

LABORATÓRIO DE ANÁLISES CLINICAS LABCENTER

LABORATÓRIO DE ANÁLISES CLINICAS LABCENTER
.

.

.
,